KISQALI Icone para ediçãoIcone de Enomear Icone de Excluir

Indicação

Para que serve?

O Keytruda é indicado para o tratamento do melanoma, assim como câncer de pulmão de células não pequenas e câncer de bexiga em estágio avançado.

Geralmente, este remédio é prescrito a pessoas cujo câncer se espalhou ou não pode ser retirado por cirurgia.

Posologia

Como usar?

As quantidades de Keytruda a utilizar e a duração do tratamento dependem do estado do câncer e da resposta individual de cada paciente ao tratamento, devendo ser indicadas pelo médico, e apenas deve ser administrado por um profissional de saúde.

No entanto, as doses recomendadas são:

  • Câncer do pulmão: 200 mg caso não exista tratamento prévio, ou 2mg/Kg caso exista tratamento prévio.
  • Melanoma: 2mg/Kg

Geralmente, Keytruda é administrado via intravenosa durante cerca de 30 minutos, devendo o tratamento ser repetido a cada três semanas.

O tratamento com Keytruda​ nunca deve ser interrompido sem conhecimento do médico e os horários e as doses e duração do tratamento devem ser rigorosamente respeitados.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Os efeitos colaterias mais comuns deste medicamento são diarreia, náusea, coceira, vermelhidão na pele, dor nas articulações e sensação de cansaço.

Embora com menos frequência, podem também surgir sintomas como diminuição do apetite, problemas na tiróide, diminuição dos glóbulos vermelhos no exame de sangue, dor de cabeça, tonturas, falta de ar, tosse, boca e olhos secos, dor de estômago, prisão de ventre, vômitos, dor nos músculos e nos ossos e inchaço.

Contraindicações

Quando não devo usar?

O Keytruda não deve ser usado em casos de alergia ao pembrolizumabe, que é a substância ativa do medicamento, ou a qualquer um dos componentes do produto.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

O Keytruda, tem na sua composição pembrolizumabe, que é um anticorpo monoclonal seletivo que atua inibindo o PD-1.

O PD-1 é um receptor que limita a atividade dos linfócitos T nos tecidos periféricos e que pode ser acoplado pelas células tumorais para inibir a vigilância imunológica desses linfócitos.

Ao bloquear o PD-1, o Keytruda reativa os linfócitos T específicos para o tumor, aumentando assim a vigilância imunitária.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de usar Keytruda, deve-se falar com o médico caso a pessoa esteja grávida ou a amamentar, tiver problemas ou doenças do sistema imune, como doença de Crohn, colite ulcerativa ou lúpus, se fez algum transplante, tiver problemas nos pulmões ou no fígado, ou se estiver a tomar outros medicamentos.

Keytruda é um remédio que atua trabalhando com o sistema imune, o que pode fazer com que este ataque os órgãos normais, podendo afetar a forma como eles funcionam. Por isso, durante o tratamento, caso apareçam sinais e sintomas nos pulmões, no intestino ou no fígado, que torna a urina escura e provoca sangramento e manchas roxas na pele, deve-se informar o médico.

Também se deve consultar o médico caso haja alterações no peso, do ritmo cardíaco, caso haja um aumento da quantidade de urina, perda de cabelo, prisão de ventre, dor e fraqueza muscular, tontura, sensação de desmaio, dor de cabeça, urticária, alterações na visão, dor nas juntas, arrepios, urticária, coceira, vermelhidão, tontura ou febre.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Keytruda​ é um medicamento que apenas deve ser administrado por um médico, enfermeiro ou profissional de saúde treinado, pelo que, a sua administração excessiva é pouco provável, mas caso aconteça, deve-se procurar rapidamente socorro médico.

Composição

Por cada ml de solução para injeção, Keytruda contém:

Pembrolizumabe _______________________________ 25 mg
Excipientes _____________________________________ 1 ml
(Excipientes: histidina, cloridrato de histidina monoidratado, polissorbato 80, sacarose e água para injeção).

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar este medicamento?

Caso a pessoa se esqueça de comparecer a uma sessão marcada, deve consultar o seu médico para que possa marcar uma nova data para o medicamento lhe ser administrado.

Laboratório

Merck Sharp & Dohme Farmacêutica Ltda.

SAC: 0800-0122232

Dizeres legais:

MS 1.0029.0196 | Farm. Resp.: Fernando C. Lemos – CRF-SP no 16.243

*Não use medicamentos sem o conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para a sua saúde.
*As informações aqui divulgadas não deverão ser utilizadas como substituto de prescrição médica para o tratamento de qualquer doença.