Kalocar Acid Icone para ediçãoIcone de Enomear Icone de Excluir

Para que serve

Indicado para o tratamento de doenças agudas e crônicas responsivas aos corticóides:
- Artrite reumatóide, osteoartrite, bursite, espondilite anquilosante, epicondilite, radiculite, coccidinia, ciática, lumbago, torcicolo, cisto ganglionar, exostose, fascite.
- Asma brônquica crônica, febre-do-feno, edema angioneurótico, bronquite alérgica, rinite alérgica sazonal ou perene, reações medicamentosas, doença do sono, picadas de insetos.
- Dermatite atópica, dermatite de contato, dermatite solar grave, urticária, lúpus eritematoso, psoríase.
É utilizado como anlagésico, antipirético, antireumático, antiflamatório, anti-reumático, antiagregante plaquetário e profilático do infarto do miocárdio.
- Cefaléias, cólicas mentruais, dor muscular, dor de dente e osteoartrite.
- É um dos farmácos mais eficazes para febre em crianças.
Indicado como calicida.
Para o alívio sintomático de cefaléia, odontalgia, dor de garganta, dismenorréia, mialgia ou artralgia, lombalgia e dor artrítica de pequena intensidade.
No resfriado comum ou na gripe, para o alívio sintomático da dor e da febre.

Hipersensibilidade aos componentes da fórmula.
Pacientes com infecções sistêmicas por fungos.
Não deverá ser administrado por via intramuscular em pacientes com púrpura trombocitopênica idiopática.
Gravidez e lactação.
- Hipersensibilidade ao ácido salicílico.
- Asma
- Úlceras
- Riscos hemorrágicos
- Gravidez ou Amamentação
- Trombocitopenia
Hipersensibilidade a qualquer componente da fórmula.
Gravidez.
Lactação.
Úlceras pépticas ativas.
Diátese hemorrágica.
Hipersensibilidade ao ácido acetilsalicílico, a outros salicilatos ou a qualquer outro componente da fórmula do produto.
História de asma induzida pela administração de salicilatos ou substâncias com ação similar, principalmente fármacos antiinflamatórios não-esteróides.
Combinação com metotrexato em dose de 15 mg/semana ou mais.
Último trimestre de gravidez.

Espalhe algumas gotas por todo o calo. Deixe, em seguida, secar durante alguns minutos. Repita o tratamento diariamente. Quando o calo começar a se desprender, facilite sua remoção, imergindo a região em água morna.

  • Exclusivamente para uso externo.
  • Não ingerir.
  • Manter fora do alcance das crianças.
  • Evite contato com os olhos, face, genitais ou membranas mucosas.
  • Evitar o uso em pele agudamente inflamada.
  • Em caso de contato acidental com os olhos, enxaguar abundantemente.
  • A toxicidade do salicilato pode ocorrer após uso prolongado do produto.
  • Recomenda-se não usar o produto em crianças menores de 2 anos de idade, exceto quando indicado pelo médico.

Gravidez e lactação:

Categoria C de risco na gravidez.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

Pacientes idosos

Não há relatos que justifiquem tratamento diferencial para essa população, desde que sejam tomadas as precauções de uso do produto.

O Ácido Salicílico é irritante e pode causar dermatites. Foram relatadas reações alérgicas e reações de toxicidade no local de aplicação do uso do coaltar após exposição solar.

Não há informação sobre a frequência da incidência dessas reações.

Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária - NOTIVISA, disponível em http://www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Não há relatos de interações medicamentosas com o medicamento.

Não há relatos de interações alimentícias com o medicamento.

Resultados da eficácia

Ácido Salicílico tem sido utilizada por vários grupos de médicos na assistência aos pacientes com caspa e dermatite seborréica, por conter duas medicações eficazes no controle dessas afecções.

Assim, o coaltar e o ácido salicílico, com suas ações queratolíticas, anti- pruriginosas, anti-proliferativas, antiinflamatórias e anti-sépticas, associam-se de forma sinérgica para o tratamento das dermatites descamativas do couro cabeludo.

Características Farmacológicas

O ácido salicílico tem ação queratolítica, auxiliando a remoção das escamas superficiais e fragmentos, de maneira a permitir que o xampu entre em contato mais íntimo com a superfície do couro cabeludo.

O nome químico do ácido salicílico é ácido 2-hidroxibenzóico, sua fórmula molecular é C7H6O3 e possuiu peso molecular de 138,12. Apresenta-se como cristais aciculares brancos ou incolores ou como pó cristalino branco. Sua forma sintética é branca e sem odor e sua preparação natural proveniente do metilsalicilato pode ser discretamente amarelada ou rósea, com odor leve de menta.

O tempo para atingir o pico de concentração do ácido salicílico em aplicações tópicas é de 5 horas, atingindo concentrações entre 0,3 a 0,9 mg/l após o uso de 2 a 6 mg/l de metilsalicilato. A área sob a curva dos níveis séricos varia entre 15,3 ± 6,6 mg/h/l a 35,8 ± 11,8 mg/h/l. Em óleos contendo 5% e 10% de ácido salicílico, observou- se absorção sistêmica, com o uso tópico em pele, de 9,3% a 25,1%, cujo aumento foi notado após múltiplas aplicações.

Após a absorção, 50% a 80% do ácido salicílico se ligam a proteínas plasmáticas, mais precisamente à albumina sérica, com maior afinidade pela albumina fetal. Os metabólitos do ácido salicílico são os glucuronatos de salicilato e o ácido salicilúrico.

A excreção do ácido salicílico é 95% realizada pelos rins. O ácido salicílico facilita a descamação, solubilizando o cimento intercelular que une as camadas do estrato córneo, levando à perda da queratina. Além de suas ações queratolíticas, indicadas no tratamento das condições hiperqueratóticas da pele, o ácido salicílico possui ação fungicida e é usado topicamente no tratamento da infecção cutânea por dermatófitos.

Tal ação é efeito da remoção da camada córnea da pele, o que suprime o crescimento fúngico. O ácido salicílico também possui ação levemente anti-séptica.

*Não use medicamentos sem o conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para a sua saúde.
*As informações aqui divulgadas não deverão ser utilizadas como substituto de prescrição médica para o tratamento de qualquer doença.