Pio Secto Icone para ediçãoIcone de Enomear Icone de Excluir

Para que serve

Permetrina (substância ativa) é indicado para o tratamento de pediculose causada por Pediculus humanus va. capitis e seus ovos.

Este medicamento é contraindicado para pacientes com história de hipersensibilidade à Permetrina (substância ativa) ou a quaisquer componentes da fórmula, ou a outros piretroides, piretrinas, ou crisântemos.

Crianças menores de 2 anos de idade devem ser tratadas apenas com a remoção manual ou utilização de um pente-fino.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você estiver fazendo uso de algum outro medicamento.

O paciente deve:

  • Lavar o cabelo com xampu de sua preferência, enxaguar e enxugar com a toalha.
  • Agitar bem o frasco de Permetrina (substância ativa) e aplicar nos cabelos ainda úmidos, cobrindo todo o couro cabeludo, esfregando abundantemente em toda a extensão, principalmente atrás das orelhas e na nuca, onde os piolhos e as lêndeas se concentram mais. Assegurar que todo o couro cabeludo ficou bem encharcado para não afetar o tratamento.
  • Deixar o produto agir por 10 minutos.
  • Passar o pente fino para a remoção dos piolhos e das lêndeas.
  • Enxaguar o cabelo com água morna e enxugar com a toalha.

Posologia do Permetrina


A quantidade de Permetrina (substância ativa) necessária depende do volume e tamanho dos cabelos, pode ser necessário usar o frasco inteiro, e em alguns casos de cabelo mais longos pode ser necessário mais de um frasco. O efeito completo poderá ocorrer dentro de algumas horas. É provável encontrar alguns piolhos vivos logo após o uso. Esperar algumas horas antes de usar o pente fino de novo.

Em geral uma única aplicação é suficiente. Se ainda houver piolhos e lêndeas após 7 dias da primeira aplicação, aplicar o medicamento pela segunda vez. Após 7 dias da segunda aplicação caso o paciente ainda encontre algum piolho vivo, deverá procurar o médico. É importante assegurar que o tratamento foi realizado corretamente, para que o produto possa ter efeito desejado.

Pessoas que aplicam este produto rotineiramente podem usar luvas, para evitar uma possível irritação nas mãos. Evidências sugerem que a resistência à Permetrina (substância ativa) tem aumentado ao longo dos anos. Em caso da falha do tratamento devido à resistência do piolho à Permetrina (substância ativa), o médico deverá ser consultado.

O paciente deve testar este medicamento em uma pequena área do couro cabeludo para saber se tem hipersensibilidade. Se o paciente apresentar coceira ou vermelhidão ou irritação no couro cabeludo, na área de teste, o produto não deverá ser aplicado. Se o paciente apresentar alguma irritação e não houver melhora com a suspensão do uso do produto, ele deverá procurar o médico.

Permetrina (substância ativa) não é irritante ocular, mas o contato deve ser evitado, pois os outros componentes podem ser muito irritantes. Não aplicar em membranas mucosas e próximo dos olhos, e evitar contato com a boca. Em caso de contato acidental com os olhos o paciente deve lavar abundantemente com água.

Em caso de ingestão acidental do produto o paciente deve procurar orientação médica imediatamente.

Este medicamento não deve ser aplicado se tiver alguma inflamação, ferimento, queimadura ou outros tipos de lesões no couro cabeludo. O paciente não deve usar secador de cabelo enquanto estiver usando este medicamento, não há dados evidenciando se esse uso poderia afetar a eficácia da Permetrina (substância ativa) no tratamento.

O paciente deve usar este medicamento apenas na presença de piolhos vivos ou lêndeas, não podendo ser usado para prevenção. Mulheres grávidas ou amamentando não devem usar este medicamento sem orientação médica.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Informe seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

O paciente poderá ter algumas reações indesejáveis tais como parestesia e alterações na pele (eczema, edema, vermelhidão, coceira, queimação, irritação, desconforto e dor). Caso o paciente tenha uma reação alérgica, deve parar de usar o medicamento e procurar o médico.

Em caso de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificação em Vigilância Sanitária – NOTIVISA, disponível em www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Não há relatos de interações com o uso deste medicamento.

Resultados de Eficácia


A Permetrina (substância ativa) tem seu uso cientificamente reconhecido para o tratamento da pediculose.

Características Farmacológicas


A Permetrina (substância ativa) age diretamente sobre os piolhos, induzindo alterações eletroquímicas na membrana celular do inseto afetando sua mobilidade.

A distribuição da Permetrina (substância ativa) de aplicação tópica se dá primordialmente na pele, e a quantidade absorvida sistematicamente é muito pequena - inferior a 0,5% nas primeiras 48 horas.

A Permetrina (substância ativa) é metabolizada na pele e no fígado, produzindo metabólicos inativos, que são excretados principalmente na urina.

*Não use medicamentos sem o conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para a sua saúde.
*As informações aqui divulgadas não deverão ser utilizadas como substituto de prescrição médica para o tratamento de qualquer doença.