Imolac Icone para ediçãoIcone de Enomear Icone de Excluir

Para que serve

Imolac é um dissacarídeo sintético não absorvível de lactitol derivado da lactose que pode apresentar efeito laxativo porque aumenta a quantidade de água nas fezes tornando-as mais pastosas e as evacuações mais frequentes.

Imolac por se tratar de um açúcar não absorvível, pode ser consumido por diabéticos.

Diluir Imolac em água ou outros alimentos em qualquer temperatura.

Adultos

Crianças de 2 a 6 anos

Crianças acima de 6 anos

15 a 30 mL por dia

10 mL por dia

10 a 15 mL por dia

Não contém glúten.

As reações adversas principais compreendem flatulência, náuseas, dores abdominais e diarréia; neste último caso, recomenda-se reduzir as doses. Em geral, os efeitos secundários tendem a desaparecer após alguns dias de tratamento.

Apresentações:

Solução - Frascos com:

120 mL e 200 mL.

Composição:

Cada 15 mLde xarope contém:

Lactitol Monohydrate USP

10 g

Ácido benzóico (conservante)

0,0225 g

Água

.q.s.p.

Adoçante dietético.

Este produto pode ter efeito laxativo nas doses recomendadas.

Informação Nutricional
Porção de 15mL (1 copo medida)

Quantidade por porção

% VD (*)

Não contém quantidades significativas de: valor energético, carboidratos, proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans, fibra alimentar e sódio.

(*) % Valores Diários de referência com base em uma dieta de 2000 kcal ou 8400 kj. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.

5 mLde lactitol equivalem a uma colher de chá de açúcar.

O sinal de superdose é diarréia, a qual é corrigida por diminuição da dose.

Não deve ser administrado juntamente com antiácidos nem neomicina, pois estes fármacos neutralizam o efeito acidificante do lactitol sobre as fezes. Não obstante, ambos os fármacos não afetam regulador sobre a extase intestinal em pacientes cuja patologia é a obstipação. Recomenda-se administrar com precaução a pacientes sob tratamento com diuréticos tiazídicos, corticosteróides, anfotericina B e carbenoxolona, pois o lactitol aumenta a perda de potássio causada por esses fármacos. O lactitol pode potencializar os efeitos dos digitálicos em função da perda de potássio que podem provocar. Deve evitar-se sua administração juntamente com opióides, analgésicos ou sedativos em pacientes com encefalopatia hepática.

O lactitol é um dissacarídeo constituído de galactose e sorbitol, que não é hidrolisado pelas dissacaridases intestinais. O lactitol passa pelo intestino delgado com uma absorção mínima e chega ao cólon na forma de substância inalterada, onde é então metabolizado pela flora intestinal, principalmente bacteróides e lactobacilos, dando origem a ácidos lático, acético, propiônico e butírico. A acidificação que então se produz na mucosa do cólon diminui a absorção de amoníaco, causando diminuição dos níveis de amoniemia.

Além disto, a transformação de lactitol em ácidos orgânicos de cadeia curta aumenta a pressão osmótica no cólon, o que causa aumento na retenção de água e no volume do bolo fecal; este fato explica o efeito regulador do lactitol sobre a extase intestinal.Não é irritante nem causa hábito, tendo sido demonstrada sua eficácia no tratamento e na prevenção da encefalopatia hepática, tanto nas crises agudas como em sua forma crônica.

O lactitol é aborvido em quantidades mínimas pelo trato gastrintestinal, encontrando-se apenas cerca de 2% da substância inalterada na urina.

Manter o frasco firmemente fechado.

Conservar em temperatura ambiente (entre 15ºC e 30ºC). Proteger da luz.

Consumir preferencialmente sob orientação de nutricionista ou médico.

Reg. M.S.: Produto dispensado da obrigatoriedade de registro conforme RDC n° 27/2010.

Fabricado por:
Phl Indústria E Comércio De Produtos Nutricionais Ltda. 
Av. Bernardo Sayão s/n – Rodovia GO 156.
Saída para Anicuns.
Zona Rural – Nazário/GO.
CEP: 76.180-000.
CNPJ: 10.861.595/0001-23.
Índústria brasileira.

Distribuído por:
Cifarma Científica Farmacêutica Ltda.
Rodovia BR 153 km 5,5.
Jardim Guanabara Goiânia / GO.
CEP: 74.675-090.
CNPJ: 17.562.075/0001-69.
Índústria brasileira.

*Não use medicamentos sem o conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para a sua saúde.
*As informações aqui divulgadas não deverão ser utilizadas como substituto de prescrição médica para o tratamento de qualquer doença.