Hyaludermin Icone para ediçãoIcone de Enomear Icone de Excluir

Para que serve

Hyaludermin é um creme cicatrizante. É indicado para situações em que é necessário acelerar o processo de recuperação da pele, como acontece em casos de feridas de diversas causas, como cortes, arranhões, queimaduras, esfolamentos e outros tipos de ferimentos.

Nesse caso, também é útil no tratamento de feridas de solução mais complexa, tais como: úlceras de decúbito (escaras), úlceras de origem vascular (associadas a varizes ou insuficiência arterial) e úlceras crônicas em pacientes diabéticos.


Como Hyaludermin funciona?

Devido à sua ação farmacológica, Hyaludermin acelera a cicatrização e a renovação epitelial do tecido comprometido. Desse modo, auxilia os processos reparadores cutâneos.

Hyaludermin não deve ser utilizado por pacientes com história de alergia a qualquer um dos componentes da fórmula.

Em se tratando de pacientes adultos, não há contra-indicação relativa a faixas etárias.

Antes de cada aplicação, é aconselhável rigorosa assepsia do local a ser tratado. Realizar 1 a 3 aplicações tópicas ao dia, até que se obtenha o resultado desejado.

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.


O que devo fazer quando eu me esquecer de usar Hyaludermin?

Você deve administrar o medicamento assim que possível e seguir com as demais aplicações, conforme horários previamente estabelecidos.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

Antes de cada aplicação recomenda-se rigorosa assepsia do local a ser tratado. Além disso, é importante evitar o contato da bisnaga com o tecido lesado.

Hyaludermin deve ser utilizado somente para uso tópico.

Como Hyaludermin não possui atividade antibacteriana, não deve ser utilizado isoladamente em feridas infectadas. Nesses casos, a associação com antibióticos de uso local ou sistêmico deve ser indicada pelo profissional de saúde adequado.

Não há evidências de interação de Hyaludermin com antibióticos e outros medicamentos de uso tópico.

Você deve consultar seu médico se a ferida ou outros sintomas relacionados a ela piorarem durante e/ou após o tratamento.

Se surgirem novos sintomas ou se notar vermelhidão ou inchaço no local, você deve consultar seu médico, pois estes sintomas podem ser sinais de reações alérgicas.

Hyaludermin pode ser utilizado durante a gravidez e amamentação. Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término.

Informar ao médico se está amamentando. Não existem estudos realizados com o produto durante a gravidez e lactação.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Este medicamento pode causar algumas reações desagradáveis inesperadas. Caso você tenha uma reação alérgica, deve parar de usar o medicamento.

É possível a ocorrência de fenômenos de sensibilização em casos de uso prolongado, como vermelhidão e outras reações alérgicas, apesar de sua frequência ainda não estar bem estabelecida.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

Cada 1g de Hyaludermin creme contém:

Ácido hialurônico (sal sódico)2mg

Excipientes: monoestearato de polietilenoglicol 400, éster decílico do ácido oléico, cera emulsificante, glicerina, sorbitol, metilparabeno, propilparabeno, dehidroacetato de sódio e água purificada.

Se você usar uma dose muito grande deste medicamento acidentalmente, deve procurar auxílio médico ou um centro de intoxicação imediatamente. O apoio médico imediato é fundamental, mesmo se os sinais e sintomas de intoxicação não estiverem presentes. Caso necessário, deve-se proceder tratamento sintomático e medidas de suporte.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Não há evidências de interação de Ácido Hialurônico (substância ativa) com antibióticos e outros medicamentos de uso tópico.

Resultados de eficácia

Estudos clínicos avaliando a eficácia de Ácido Hialurônico (substância ativa) em lesões de pele demonstraram que este é capaz de melhorar o processo de reparação tissular, reduzir o tempo de cura, prevenir a formação de quelóides e tecido cicatricial retrátil.

Úlceras crônicas compararam a eficácia de Ácido Hialurônico (substância ativa) com o tratamento por campos eletromagnéticos por pulsos e à terapia padrão em pacientes acometidos de úlceras de pressão (escaras) durante 30 dias. Ácido Hialurônico (substância ativa) reduziu significativamente a dimensão, melhorando os índices de cura em relação aos demais grupos experimentais. 

Ácido Hialurônico (substância ativa) demonstrou efeito terapêutico superior ao de outras terapias tópicas no tratamento de 43 pacientes portadores de úlceras cutâneas por insuficiência vascular e póstraumáticas. Neste estudo, houve desenvolvimento de tecido de granulação em todos os pacientes tratados com Ácido Hialurônico (substância ativa) em período de tempo significativamente menor que o do grupo controle.

Características farmacológicas

O ácido hialurônico condiciona fisiologicamente os eventos celulares indispensáveis ao processo de regeneração tecidual, auxiliando nos processos de cicatrização e renovação epitelial, quando há necessidade de reparação cutânea.

A aplicação local otimiza a atividade dos principais elementos celulares relacionados ao processo de reparação cutânea. Assim, o ácido hialurônico aumenta a migração de neutrófilos e macrófagos para o local da lesão, aumentando a capacidade fagocítica de ambos.

A migração, proliferação e atividade de miofibroblastos e fibroplastos é acentuada pela presença do ácido hialurônico, conforme demonstram vários estudos. Paralelamente, o ácido hialuronico é capaz de aumentar a proliferação de células endotelias, favorecendo a angiogênese e, conseqüentemente, melhorando as condições de aporte sanguineo à área lesada.

Após distribuição sistêmica, sua meia-vida plasmática é de aproximadamente 10 minutos, sendo bem metabolizado pelo fígado. Após o uso tópico, detectam-se níveis plasmáticos moderados de ácido hialurônico. Este fato revela reduzida absorção percutânea e permanência máxima do fármaco a nível local, onde deve desenvolver sua ação terapêutica.

Você deve conservar Hyaludermin em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegido da luz e da umidade.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Apresentação

Hyaludermin é um creme de consistência mole, se apresentando na cor branca ou levemente amarelada.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o médico ou o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Reg. MS n° 1.0341.0053

Farmacêutico responsável:
Dawerson Rodrigues
CRF-SP 12370

TRB Pharma Indústria Química e Farmacêutica LTDA
Rua Hildebrando Siqueira, 149 - Americanópolis
São Paulo – SP – CEP 04334-150
Fone: (55-11) 5588-2500 – Fax: (55–11) 5588-1339
CNPJ: 61.455.192/0002-04
Indústria Brasileira

*Não use medicamentos sem o conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para a sua saúde.
*As informações aqui divulgadas não deverão ser utilizadas como substituto de prescrição médica para o tratamento de qualquer doença.