Hidrocortisona - EMS Icone para ediçãoIcone de Enomear Icone de Excluir

Para que serve

A hidrocortisona pomada é indicada para o tratamento tópico de dermatites e eczemas.

Hidrocortisona é indicada para o alívio das manifestações inflamatórias e pruriginosas nas dermatoses sensíveis aos corticosteroides.

A hidrocortisona pomada é indicada para o tratamento tópico das afecções cutâneas de caráter eczematoso ou inflamatório, tais como:

Eczema de contato, eczema atópico, eczema numular, eczema seborreico, líquen simples e crônico, líquen plano, intertrigo, disidrose e picadas de inseto.

A hidrocortisona pomada é recomendada quando as lesões se encontram em áreas delicadas como a face, não determinando a dermatite perioral, e regiões de dobras, como a axilar e mamária, evitando-se as estrias atróficas causadas pelos corticosteroides fluorados.

O produto não deve ser usado na presença de tuberculose cutânea e na maioria das infecções cutâneas viróticas, incluindo varicela, herpes e vacínia.

Pessoas hipersensíveis à hidrocortisona e aos outros componentes da fórmula, não devem usar o produto.

Evite o contato com os olhos.

Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja tomando, antes do início ou durante o tratamento.

Não tome medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para sua saúde.

Aplicar hidrocortisona pomada em finas camadas, três a quatro vezes ao dia, sobre a área afetada ou de acordo com a orientação médica.

Quando se obtiver resposta favorável à terapia, reduzir gradualmente a dosagem e, eventualmente, descontinuar a terapia.

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Interrupção do tratamento:

Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Em presença de infecção, deve-se instituir uma terapia antibacteriana adequada.

Devem ser tomadas precauções para evitar o contato do produto com os olhos.

Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis como sensação de ardência, coceira e irritação.

Já foram observados os seguintes efeitos pelo uso de corticosteroides tópicos:

Sensação de ardência, prurido, irritação, secura, foliculite, hipertricose, erupção acneiforme e hipopigmentação.

Com a terapia oclusiva podem ocorrer as seguintes reações:

Maceração da pele, infecção secundária, atrofia da pele, estria e miliária.

Se ocorrer irritação, o produto deve ser descontinuado e instituída uma terapia apropriada.

Na presença de infecção, deve-se usar um antifúngico ou antibacteriano adequado.

Cuidados especiais devem ser observados no tratamento de áreas extensas ou com a terapia oclusiva, devido à possibilidade de absorção sistêmica.

Gravidez e lactação

Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando.

Embora não tenha sido observado até o momento nenhuma reação adversa durante a gravidez ou lactação, a segurança do uso durante estes períodos ainda não foi estabelecida. Portanto, não deve ser largamente utilizado em pacientes grávidas.

Crianças

A hidrocortisona, devido à sua boa tolerabilidade, pode ser usada nas afecções cutâneas em crianças, uma a duas vezes ao dia.

Idosos

Não existem recomendações especiais para este grupo de pacientes, pode ser considerada a posologia de adultos.

Apresentações

Pomada dermatológica 1%. Apresentada em bisnagas com 15 g, 20 g e 30 g.

Uso adulto e pediátrico.

Uso externo.

Composição

Cada g da pomada dermatológica contém:

Hidrocortisona

10 mg

Excipiente* q.s.p.

1 g

*Petrolato líquido, propilparabeno e petrolato branco.

Tratando-se de um produto tópico, a superdosagem pode ocorrer ao se tratar áreas extensas ou utilizando-se a terapia oclusiva, aumentando a possibilidade de absorção sistêmica.

O uso simultâneo com paracetamol aumenta a formação de um metabólito hepatotóxico deste, portanto aumenta o risco de hepatotoxicidade.

O uso com analgésicos não-esteróides (AINE) pode aumentar o risco de úlcera ou hemorragia gastrintestinal. A anfotericina-B com corticóides pode provocar hipocalemia grave. O risco de edema pode aumentar com o uso simultâneo de andrógenos ou esteróides anabólitos. Diminui os efeitos dos anticoagulantes derivados da cumarina, heparina, estreptoquinase ou uroquinase.

Os antidepressivos tricíclicos não aliviam e podem exacerbar as perturbações mentais induzidas pelos corticóides. Podem aumentar a concentração de glicose no sangue, razão pela qual será necessário adequar a dose de insulina ou de hipoglicemiantes orais.

As mudanças no estado tireóideo do paciente ou nas doses de hormônio tireóideo (quando em tratamento com este) podem requerer um ajuste na dose de corticosteróides, dado que no hipotireoidismo o metabolismo dos corticóides é diminuído e no hipertireoidismo é aumentado.

Os anticoncepcionais orais ou estrogênios aumentam a meia-vida dos corticóides e, por isso, seus efeitos tóxicos.

Os glicosídeos digitálicos aumentam o risco de arritmias.

O uso de outros imunopressores com doses imunopressoras de corticóides pode aumentar o risco de infecção e a possibilidade de desenvolvimento de linfomas e outros distúrbios linfoproliferativos. Podem acelerar o metabolismo da mexiletina com diminuição de sua concentração no plasma.

Características:

Os corticosteroides difundem-se através das membranas celulares e formam complexos com receptores citoplasmáticos específicos. Esses complexos entram no núcleo celular, unindo-se ao DNA (cromatina), estimulando a transcrição do RNA-mensageiro e a posterior síntese de várias enzimas.

Supõe-se que essas enzimas são as responsáveis pelos efeitos anti-inflamatorios dos corticosteroides de aplicação tópica.

O veículo utilizado nas formulações tópicas também pode contribuir com o efeito terapêutico, proporcionando uma ação emoliente e secante, aumentando a absorção transcutânea do corticosteroide.

Manter a bisnaga tampada, à temperatura ambiente (15˚C a 30˚C). Proteger da luz e manter em lugar seco.

Prazo de validade: o número do lote e as datas de fabricação e validade estão impressos no cartucho do medicamento.

Não use medicamento vencido, pode ser prejudicial para a sua saúde.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Reg. MS n° 1.0235.0808

Farm. Resp.:
Dr. Ronoel Caza de Dio
CRF-SP n° 19.710

EMS S/A
Rod. Jornalista F. A. Proença, km 08
Bairro Chácara Assay - CEP 13186-901
Hortolândia/SP
CNPJ: 57.507.378/0003-65
Indústria Brasileira

Venda sob prescrição médica.

*Não use medicamentos sem o conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para a sua saúde.
*As informações aqui divulgadas não deverão ser utilizadas como substituto de prescrição médica para o tratamento de qualquer doença.