Heparina Sódica + Nicotinato de Benzila Icone para ediçãoIcone de Enomear Icone de Excluir

Para que serve

Este medicamento é destinado ao tratamento de:

  • distensões e contusões;
  • tromboflebites e tromboses superficiais;
  • infiltrados inflamatórios e hematomas;
  • tenossinovites e epicondilites;
  • flebites pós-injeções e venóclise.

Contraindicado a pacientes com tendência a hemorragias, hiperssensibilidade aos componentes da fórmula, incompatibilidade com anticoagulantes.

Isento de Prescrição Médica

Aplicar tênue camada deste medicamento sobre a pele da região afetada, 2 a 3 vezes ao dia. Evitar fricção ou massagem em casos de trombose e tromboflebite. Deve- se evitar aplicar a pomada sobre a úlcera, fazendo-se aplicação somente ao seu redor. Não usar este medicamento sobre feridas abertas, mas exclusivamente sobre as áreas cutâneas íntegras em volta. Também as mucosas, especialmente a conjuntiva ocular, não devem entrar em contato com a pomada.

Após a aplicação da pomada, as mãos devem ser lavadas com sabão. Continuar o tratamento durante alguns dias após desaparecimento dos sintomas.

A rubefação da pele após aplicação deste medicamento é indicativa de sua ação terapêutica.

A frequência das reações adversas com o uso deste medicamento apresentadas a seguir é desconhecida.

Relatos de reações cutâneas alérgicas são muito raros com o uso tópico de heparina. Entretanto, os componentes de base da pomada podem ocasionar reações de hipersensibilidade em pessoas propensas, especialmente quando existe história de hipersensibilidade devido à exposição prévia.

O nicotinato de benzila pode causar irritação cutânea, principalmente em pacientes com hipersensibilidade ao produto. Lembrar que a leve ruborização local é uma reação esperada do nicotinato de benzila e, portanto, deve ser considerada normal.

O aparecimento de prurido, com formação ou não de vesículas locais, num período de 48 horas, sugere um processo alérgico a um dos componentes da fórmula. Neste caso, o tratamento com o produto deve ser interrompido.

Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.


Superdose

Não há relatos de superdosagem com efeitos sistêmicos através do uso tópico de preparados com heparina.

Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Não são conhecidas, até o momento, interações medicamentosas com o uso deste medicamento.

Este medicamento deve ser utilizado com cuidado em pacientes que apresentam manifestações alérgicas. Deve-se compatibilizar a necessidade do medicamento com o tempo de sangramento.

O componente nicotinato de benzila, presente no este medicamento, pode produzir irritação na pele em alguns pacientes. A leve vermelhidão da área deve ser considerada normal, pois é um indicativo da ação do nicotinato de benzila, aumentando a irrigação sanguínea local.

O aparecimento de prurido (coceira), com formação ou não de pequenas bolhas locais, num período de 48 h, sugere um processo alérgico a um dos componentes da fórmula. Neste caso, o tratamento com o produto deve ser interrompido.

Cuidados e advertências para populações especiais:

Não há estudos clínicos específicos para grupos de risco, no entanto, não há relatos de eventos adversos graves devido à faixa etária do paciente ou a qualquer outra condição especial de saúde.

Categoria de risco: Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Resultados de Eficácia

Em um estudo prospectivo, duplo-cego randomizado, a eficácia de um heparinoide na forma de pomada foi avaliada no tratamento da tromboflebite superficial em desenvolvimento após uma infusão intravenosa contínua. Cem pacientes cirúrgicos foram estudados, e exames clínicos e testes de iodo-125 foram utilizados para avaliar os resultados. O tempo médio necessário para o alívio dos sintomas e sinais locais e a taxa de declínio de radioatividade local diferiu significativamente entre os pacientes que receberam heparina e aqueles que receberam o placebo.

Características Farmacológicas

A heparina é uma substância anticoagulante, normalmente encontrada no organismo, sendo definida como mucopolissacarídeo polissulfatado, relacionada ao ácido mucoitin-sulfúrico, de alto teor de enxofre. A heparina inibe a ação da trombina, impedindo a conversão do fibrinogênio na rede de fibrina que forma os coágulos.

A heparina assemelha-se, quimicamente, às substâncias básicas mesenquimais: ácido hialurônico, ácido mucoitínico sulfúrico e ácido condroitin sulfúrico. Estas substâncias apresentam-se constituídas de moléculas de elevado peso molecular e dispostas em longas cadeias; fixam-se às mucoproteínas, o que explica a sua alta eficácia fisiológica.

A heparina prolonga o tempo de coagulação e favorece a fibrinólise; além disso, dissolve trombos localizados e evita a formação de novos coágulos. Ademais, a heparina tem ação antiflogística e normaliza a consistência de tecidos endurecidos, por um processo de hidratação. Acelera a absorção de coágulos sanguíneos e estimula a regeneração do tecido conjuntivo. Finalmente, produz vasodilatação e melhora a circulação sanguínea, combatendo manifestações de estase.

Não há alteração significativa da heparinemia quando a heparina é aplicada sobre a derme. Os tempos de coagulação e de sangramento aumentam apenas na região em que é aplicado o produto. Por isso, a aplicação tópica de heparina não exige os cuidados da heparinoterapia ou cumarinoterapia por via sistêmica.

O nicotinato de benzila é o éster benzílico do ácido nicotínico, cujas propriedades farmacológicas promovem aumento da irrigação sanguínea capilar local e favorecem a absorção percutânea da heparina.
Este éster do ácido nicotínico, devido a sua ação lipolítica, é rapidamente absorvido através da pele, onde atua com propriedades enzimáticas sobre o metabolismo das células de Rouget, causando o relaxamento local dos capilares e vênulas, seguido de dilatação arteriolar com acentuada hiperemia arterial. A duração da hiperemia é aproximadamente proporcional à concentração do éster benzílico do ácido nicotínico. A termometria cutânea acusa aumento de 1,7°C, independentemente da concentração deste éster. Concentrações de 0,25% podem determinar, em alguns casos de hipersensibilidade, reações locais mais ou menos intensas, tais como irritação cutânea e hiperemia exagerada simulando queimadura.

Como a heparina age diretamente sobre a substância fundamental conjuntiva, o emprego deste medicamento exerce influência benéfica nas doenças que afetam o tecido conjuntivo: aumenta a hidratação do tecido, especialmente nas alterações cicatriciais e contraturas. Nas contusões e distensões, a aplicação imediata deste medicamento pode evitar a formação de hematomas ou, pelo menos, acelerar sua reabsorção. Também casos de tendinite, tenossinovite e epicondilite respondem bem à terapêutica com este medicamento. Seu emprego diminui acentuadamente a dor e permite volta mais rápida às atividades cotidianas.

O tempo médio estimado para o início da ação deste medicamento pode variar de acordo com as características específicas de cada paciente.

Trombofob Pomada

*Não use medicamentos sem o conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para a sua saúde.
*As informações aqui divulgadas não deverão ser utilizadas como substituto de prescrição médica para o tratamento de qualquer doença.