Havrix Icone para ediçãoIcone de Enomear Icone de Excluir

Para que serve

Havrix é utilizada para prevenir a hepatite A.

A hepatite A é uma infecção que pode afetar o fígado. Essa doença é causada pelo vírus da hepatite A.

Como o Havrix funciona?


Havrix é utilizada para prevenir essa doença. Ou seja, estimula o organismo a produzir defesas contra o vírus da hepatite A para evitar que ela apareça. Destina-se à prevenção, e não ao tratamento.

A vacina não protege contra infecções causadas pelos vírus das hepatites B, C, D e E nem por outros patógenos (agentes que provocam doenças) capazes de infectar o fígado.

Havrix não deve ser administrada a indivíduos com alergia conhecida a qualquer componente da fórmula ou ao resíduo do processo de fabricação.

Administração intramuscular.

A vacina deve ser visualmente inspecionada antes da administração, para detecção de qualquer partícula estranha e/ou variação do aspecto físico.

Antes do uso de Havrix, a seringa deve ser bem agitada para obtenção de uma suspensão branca, ligeiramente opaca. É necessário descartar a vacina se o conteúdo parecer diferente.

Havrix deve ser administrada por via intramuscular na região deltoide (do ombro) em adultos e crianças e na parte lateral anterior da coxa em crianças menores.

A vacina não deve ser administrada por via intramuscular na região glútea. Também não deve ser administrada por via subcutânea ou intradérmica.

Havrix não deve ser administrada, sob nenhuma circunstância, por via intravenosa.

Posologia do Havrix


Adultos a partir de 19 anos

Dose única da vacina para adulto (1.440 U. EL./1,0 mL).

Crianças e adolescentes de 1 a 18 anos (inclusive)

Dose única da vacina pediátrica (720 U. EL./0,5 mL).

Recomenda-se uma dose de reforço entre 6 e 12 meses após a primeira dose, para assegurar proteção por tempo prolongado.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar o Havrix?


Em casos de dúvidas, procure orientação do seu médico ou farmacêutico.

Antes de receber a vacina, informe seu médico se você ou seu filho:

  • Teve algum problema de saúde após receber outra vacina;
  • Teve uma infecção grave com temperatura alta, acima de 38ºC. Infecções leves, como resfriado, não são problema, mas mesmo assim converse com seu médico antes da vacinação;
  • Tem um sistema imunológico (sistema de defesa do organismo) comprometido por alguma doença ou pelo uso de algum medicamento;
  • Tem algum problema de sangramento ou apresenta ferimentos com facilidade;
  • Tem alguma alergia conhecida.

Havrix deve ser administrada por via intramuscular.

A vacina não deve ser administrada por via intramuscular na região glútea nem por via subcutânea ou intradérmica.

Havrix não deve ser administrada, sob nenhuma circunstância, por via intravenosa.

Da mesma forma que com todas as vacinas injetáveis, tratamento médico e supervisão apropriados devem estar sempre disponíveis em caso de reação alérgica grave, que é rara, após a administração da vacina.

Havrix pode ser administrada a pessoas infectadas pelo HIV.

Havrix contém traços de neomicina. Deve ser administrada com cuidado a pacientes com alergia conhecida a esse antibiótico.

Pode ocorrer desmaio depois ou até mesmo antes da aplicação de qualquer injeção, portanto o médico ou o enfermeiro deve ser informado caso a criança já tenha desmaiado previamente ao tomar alguma injeção.

Como ocorre com todos os medicamentos, Havrix pode causar reações indesejáveis, embora nem todas as crianças apresentem essas reações.

Reações muito comuns (ocorrem em 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)

Irritabilidade, dor de cabeça, cansaço, dor e vermelhidão no local da injeção.

Reações comuns (ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)

Perda de apetite, sonolência, diarreia, náusea, vômito, , mal-estar, febre (≥37,5oC), reação no local da injeção (como inchaço ou enduração).

Reações incomuns (ocorrem entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento)

Infecção do trato respiratório superior (otite, sinusite, dor de garganta), rinite, tonteira, erupções na pele, dor muscular, rigidez muscular, quadro semelhante à gripe.

Reações raras (ocorrem entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento)

Diminuição da sensibilidade, dormências, coceira, calafrios.

Pós-comercialização

Durante a comercialização da vacina, as seguintes reações indesejáveis foram observadas:

Anafilaxia (forma mais grave de alergia com dificuldade para respirar e queda de pressão), reações alérgicas, entre elas as reações anafilactóides e as reações semelhantes à “doença do soro” (febre, coceira e dores articulares), convulsões, vasculite (inflamação de vasos sanguíneos), edema angioneurótico (inchaço intenso nos lábios, na língua e nas pálpebras), urticária (placas vermelhas com coceira), eritema multiforme (manchas avermelhadas circulares, com pele normal no centro) e dores articulares.

Informe ao seu médico ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento.

Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

Efeitos sobre a capacidade de dirigir veículos ou operar máquinas

Havrix não interfere na capacidade de dirigir ou operar máquinas.

Gravidez e lactação

Havrix só deve ser usada durante a gravidez e a amamentação se estritamente necessário.

Esta vacina não deve ser usada por mulheres grávidas sem orientação médica.

Sonolência.

Apresentação

Suspensão injetável para administração intramuscular.

Embalagem contendo 1 seringa com 0,5 mL ou 1,0 mL.

Uso intramuscular.

Uso adulto e pediátrico a partir de 1 ano.

Composição

Cada dose da vacina contém

720 U. EL./0,5 mL ou 1.440 U.EL./1,0 mL de antígenos do vírus da hepatite A (VHA).

Excipientes: hidróxido de alumínio, polissorbato 20, aminoácidos, fosfato dissódico, fosfato monopotássico, cloreto de sódio, cloreto de potássio e água para injeção.

Resíduo: sulfato de neomicina.

Havrix é uma suspensão estéril que contém o vírus da hepatite A (cepa HM 175) inativado com formaldeído e adsorvido em hidróxido de alumínio. O vírus é propagado em células diploides humanas MRC-5. Antes da extração do vírus, as células são extensivamente lavadas para eliminar os componentes do meio de cultura.

Assim se obtém uma suspensão do vírus com a destruição das células, seguida de purificação, empregando-se técnicas de ultrafiltração e de cromatografia em gel. A inativação do vírus é obtida pelo tratamento com formaldeído.

Durante o uso dessa vacina na população, houve relatos de superdosagem. As reações indesejáveis descritas nesses casos foram semelhantes às observadas quando se usam doses normais.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou a bula do medicamento, se possível.

Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Quando for necessário aplicar esta vacina junto com outras ou com imunoglobulinas (proteínas do soro do sangue conhecidas como anticorpos), os produtos devem ser administrados com diferentes seringas e agulhas e em diferentes locais de aplicação.

Havrix pode ser administrada concomitantemente com qualquer uma das seguintes vacinas:

  • Febre tifoide;
  • Febre amarela;
  • Cólera (injetável);
  • Tétano;
  • Com vacinas monovalentes e combinadas compostas de sarampo, caxumba, rubéola e varicela.

Informe seu médico se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para sua saúde.

Havrix deve ser armazenada a uma temperatura entre +2°C e +8°C. Não congelar. Descartar a vacina se ela tiver sido congelada.

Conservar o produto na embalagem original a fim de protegê-lo da luz.

Número do lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características físicas

Após armazenagem, o conteúdo pode apresentar um depósito branco fino e uma camada superior incolor límpida.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Reg. MS: 1.0107.0110

Farm. Resp.:
Edinilson da Silva Oliveira
CRF-RJ No 18875

Fabricado por:
GlaxoSmithKline Biologicals S.A.
Rue de I’Institut, 89, 1330
Rixensart - Bélgica

Ou

GlaxoSmithKline Biologicals S.A. Parc de La Noire Epine
Rua Fleming 20, 1300
Wavre – Bélgica

Embalado por:
GlaxoSmithKline Biologicals S.A.
Rue de I’Institut, 89 – 1330
Rixensart – Bélgica

Ou

GlaxoSmithKline Biologicals
Zirkusstrasse 40, D-01069
Dresden – Alemanha
Filial de SmithKline Beecham Pharma GmbH & Co. KG

Ou

GlaxoSmithKline Biologicals S.A. Parc de La Noire Epine
Rua Fleming 20, 1300
Wavre – Bélgica

Registrado e importado por:

GlaxoSmithKline Brasil Ltda.
Estrada dos Bandeirantes, 8464
Rio de Janeiro – RJ
CNPJ: 33.247.743/0001-10

Venda sob prescrição médica.

*Não use medicamentos sem o conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para a sua saúde.
*As informações aqui divulgadas não deverão ser utilizadas como substituto de prescrição médica para o tratamento de qualquer doença.