Gynotran Icone para ediçãoIcone de Enomear Icone de Excluir

Indicação

Para que serve?

Gynotran é indicado para o tratamento da candidíase vaginal, vaginite provocada por Trichomonas, vaginose bacteriana e no tratamento de infecções vaginais mistas, em mulheres.

Posologia

Como usar?

Aplicar o óvulo de Gynotran 1 vez por dia, de preferência ao deitar, durante 7 dias consecutivos.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais de Gynotran incluem irritação vaginal com ardor e coceira, dor ou cólicas abdominais, sabor metálico na boca, prisão de ventre, boca seca, diarreia, perda de apetite, vômito, náuseas, dor de cabeça, falta de coordenação, tontura, alterações de humor, urticária na pele, pélvica e cansaço extremo.

Veja como tomar antibiótico sem ter diarreia.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Gynotran está contraindicado para mulheres grávidas ou amentando, para crianças e para pacientes com alergia ao Metronidazol, ao Nitrato de Miconazol ou a outros componentes da fórmula.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

Gynotran é um medicamento que tem na sua composição Metronidazol e Nitrato de Miconazol, compostos responsáveis pelas suas propriedades antimicóticas, antibacterianas e anti-tricomoniásicas, sendo assim eficaz contra fungos, bactérias e Trichomonas.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de usar Gynotran​, deverá falar com o seu médico se tiver doença no fígado, doença do sistema nervoso central e periférico, doenças no sangue ou se estiver a tomar outros medicamentos.

Para o tratamento da tricomoníase com Gynotran, deve consultar o seu médico, pois o seu parceiro intimo deve ser tratado em simultâneo.

Durante o tratamento com Gynotran, evite a utilização de diafragmas e preservativos, uma vez que os componentes de Gynotran podem danificar a borracha, o latex, destes métodos contraceptivos.

O tratamento com Gynotran​ nunca deve ser interrompido sem conhecimento do seu médico e os horários, as doses e duração do tratamento devem ser rigorosamente respeitados.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de administração excessiva de Gynotran, deve dirigir-se ao hospital mais próximo, o mais rápido possível, levando a embalagem ou bula do medicamento.

Composição

Cada óvulo de Gynotran contém:

Metronidazol ___________________________________ 750 mg
Nitrato de Miconazol ____________________________ 200 mg
Excipientes ___________________________________ Witepsol

Interações Medicamentosas

Gynotran não deve ser administrado em conjunto com alguns medicamentos ou substâncias sem orientação médica, como bebidas alcoólicas, anticoagulantes orais, fenitoína, fenobarbital, dissulfiram, cimetidina, lítio, astemizol, terfenadina, hexoquinase, procainamida ou com teofilina.

Como aplicar Gynotran?

Para aplicar os óvulos de Gynotran, deve fazer do seguinte modo: começar por lavar bem as mãos e as suas partes intimas e calçar 1 das luvas fornecidas juntamente com o medicamento. Seguidamente, separar um óvulo e introduzir na vagina, de preferência na posição deitada com as pernas elevadas, e empurrar o óvulo com o dedo indicador, até que este fique alojado, sem magoar.

Laboratório

Bayer S.A.

- SAC 0800 7021241

Outros remédios para tratar a candidíase vaginal, podem ser Gyno-Daktarin creme e Gynopac.

Dizeres Legais:

MS: 1.7056.0079
Farm. Resp.: Dra. Dirce Eiko Mimura

*Não use medicamentos sem o conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para a sua saúde.
*As informações aqui divulgadas não deverão ser utilizadas como substituto de prescrição médica para o tratamento de qualquer doença.