Guaconat Icone para ediçãoIcone de Enomear Icone de Excluir

Para que serve

- Este medicamento é indicado para facilitar a expectoração e provocar uma dilatação dos brônquios.

- Contra-indicado para pacientes com hipersensibilidade aos componentes da fórmula. - Este medicamento não deve ser utilizado em crianças menores de 2 anos de idade.

Uso Oral

Adultos:Tomar 15 ml de 8/8 hs.

Crianças de 6 a 12 anos: 5 ml de 8/8 hs.

Pacientes com problemas hepáticos podem apresentar toxicidade com o uso prolongado.

Recomenda-se maior critério na administração de Mikania Glomerata (substância ativa) em pacientes com quadros respiratórios crônicos não diagnosticados, devendo-se afastar a hipótese de tuberculose e câncer.

Atenção diabéticos: Este medicamento contém açúcar.

Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso.

Pode ocorrer hipertensão. Em raros casos, pessoas hipersensíveis aos componentes do Mikania Glomerata (substância ativa) podem apresentar um agravamento da dispneia e da tosse.

Em casos de eventos adversos, notifque ao Sistema de Notifcações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

O Mikania Glomerata (substância ativa) não deve ser empregado simultaneamente a anticoagulantes, pois as cumarinas podem potencializar seus efeitos e antagonizar o da vitamina k.

As saponinas presentes no Mikania Glomerata (substância ativa) aumentam a absorção do lapachol, princípio ativo presente na Tabebuia avellanedae (ipê-roxo).

Resultados de Eficácia

Estudos conduzidos demonstraram a utilização de Mikania Glomerata (substância ativa) como um fitoterápico eficaz no tratamento de distúrbios respiratórios atuando como relaxante da musculatura lisa das vias aéreas. Um estudo realizado por Moura e colaboradores investigou os efeitos dos extratos aquoso, hidroalcoólico e fração diclorometano obtida do extrato hidroalcoólico de Mikania Glomerata (substância ativa) sobre os isolados de brônquios humanos e traqueias de cobaias.

Os resultados indicaram que o extrato aquoso não afetou a tensão basal, mas reduziu a contração sobre a traqueia de cobaias. O extrato hidroalcoólico reduziu a tensão basal e significativamente a contração induzida por drogas, em todas as concentrações testadas. A fração diclorometano do extrato hidroalcoólico promoveu relaxamento progressivo concentração-dependente. Em brônquios humanos, o extrato hidroalcoólico promoveu relaxamento progressivo concentração-dependente.

O estudo demonstrou que houve uma ação inibitória significativa da Mikania Glomerata (substância ativa) sobre a constrição promovida nos brônquios humanos e traqueias de cobaias, sugerindo que a planta possui efeito benéfico potencial no tratamento de doenças broncoconstritivas.

Características Farmacológicas

Farmacodinâmica

Este medicamento é constituído pelo extrato hidroalcoólico de Mikania Glomerata (substância ativa) padronizado em cumarinas. Estes compostos químicos são considerados os princípios ativos da droga, sendo os responsáveis pela ação broncodilatadora e expectorante. Sabe-se que receptores da acetilcolina estão presentes no sistema respiratório e sua estimulação, pela acetilcolina, produz broncoconstrição e aumento da secreção.

Assim, o bloqueio destes receptores pelo princípio ativo do Mikania Glomerata (substância ativa) provoca a diminuição da secreção brônquica e relaxamento da musculatura lisa respiratória, fazendo do Mikania Glomerata (substância ativa) um auxiliar no tratamento de tosses persistentes e tosses com expectoração.

*Não use medicamentos sem o conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para a sua saúde.
*As informações aqui divulgadas não deverão ser utilizadas como substituto de prescrição médica para o tratamento de qualquer doença.