Clarvisol Icone para ediçãoIcone de Enomear Icone de Excluir

Para que serve

Clarvisol é indicado para o tratamento e prevenção do progresso da catarata.

Também é indicado no pós-operatório das cirurgias extracapsulares da catarata, isto é, naquelas em que ficaram resíduos do cristalino após o ato cirúrgico e na terapêutica das cataratas traumáticas.

Como o Clavirsol funciona?


Clavirsol é contraindicado para pessoas que apresentam alergia a qualquer um dos componentes da sua fórmula.

Clarvisol é contraindicado para pessoas que apresentam alergia a qualquer um dos componentes da sua fórmula.

  1. Remova a tampa do frasco.

  1. Pegue o blíster do comprimido, veja a marca existente no ponto de corte.

  1. Quebre o blíster na marca, pressionando-o para baixo.

  1. Deixe cair o comprimido no frasco, sem a necessidade de tocá-lo com os dedos.

  1. Recoloque a tampa fechando com firmeza. Agite bem até dissolver o comprimido.

  1. Para o uso, retire a tampa verde. Instile o medicamento diretamente no olho. A ponta do conta-gotas não deve tocar o olho.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Você deve usar este medicamento exclusivamente nos olhos.

Antes de usar o medicamento, confira o nome no rótulo, para não haver enganos. Não utilize Clarvisol caso haja sinais de violação e/ou danificações do frasco.

A solução deve ser preparada antes do uso. Não encoste a ponta do frasco nos olhos, nos dedos e nem em outra superfície qualquer, para evitar a contaminação do frasco e do colírio.

Preparo da solução:

Coloque o comprimido no frasco conta-gotas, que contém 15 ml de veículo especial e agite até a completa dissolução. Obtém-se uma solução amarelada, transparente, pronta para uso tópico ocular (vide instruções para uso abaixo).

Você deve aplicar o número de gotas da dose recomendada pelo seu médico em um ou ambos os olhos.

A dose usual é de 1 ou 2 gota(s) em cada olho, seis vezes por dia (com intervalos regulares de tempo ou a critério médico).

Feche bem o frasco depois de usar.

O que eu devo fazer quando eu me esquecer de usar o Clarvisol?


Você deve retomar a utilização do medicamento assim que se lembrar seguindo normalmente os intervalos de horários entre as aplicações até o final do dia. No dia seguinte, retomar os horários regulares.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

Para não contaminar o colírio evite o contato do conta gotas com qualquer superfície. Não permita que a ponta do frasco entre em contato direto com os olhos.

Clarvisol é um medicamento de uso exclusivamente tópico ocular.

Uso durante a Gravidez e Lactação:

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Na ocorrência de gravidez ou se estiver amamentando, consulte o médico antes de fazer uso de medicamentos.

Uso em idosos:

Não existem restrições de uso em pacientes idosos. A posologia é a mesma que a recomendada para as outras faixas etárias.

Pacientes que utilizam lentes de contato:

Tire as lentes antes de aplicar Clarvisol em um ou ambos os olhos e aguarde pelo menos 15 minutos para recolocá-las.

Assim como qualquer medicamento, podem ocorrer reações indesejáveis com a aplicação de Clarvisol.

Foram relatados casos de ceratite superficial difusa, blefarite marginal (inflamação da pálpebra), hiperemia (vermelhidão) conjuntival, ardor nos olhos ou prurido (coceira) nos olhos.

Reação muito rara (< 0,01%):

Vermelhidão nas pálpebras, sensação de corpo estranho nos olhos, visão embaçada, lacrimejamento, afosia (sensação de ponto escuro ou mancha na visão), secreção ocular, sensação de tontura e diarréia.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

Apresentação:

Solução oftálmica estéril de preparação extemporânea.

Embalagem contendo um comprimido, que deverá ser dissolvido no ato da utilização do produto, e um frasco plástico conta-gotas contendo 15 ml de veículo.

Via de administração tópica ocular.

Uso adulto.

Composição:

Cada comprimido contém:

0,85 mg de pirenoxina sódica (equivalente a 0,75 mg de pirenoxina).

Excipientes: Taurina, ácido bórico, povidona e álcool etílico.

Cada frasco contém:

15 ml de veículo constituído de cloreto de potássio, edetato dissódico, cloreto de benzalcônio, borato de sódio, ácido bórico e água purificada.

Em geral, as superdosagens não provocam problemas agudos. Se acidentalmente for ingerido, beber bastante líquido para diluir, ou procurar orientação médica.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Não são conhecidas interações com outros medicamentos.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

Características Farmacológicas

A catarata é uma afecção ocular que se caracteriza pela opacificação progressiva do cristalino, provocando declínio da acuidade visual. Embora vários tipos de catarata sejam conhecidos, a catarata senil é a mais prevalente.

De acordo com a teoria formulada por Ogino e cols., a catarata ocorre quando as proteínas do cristalino, normalmente solúveis em água, tornam-se insolúveis devido à ação de substâncias quinóides, produzidas pelo metabolismo defeituoso de certos aminoácidos cíclicos (triptófano, tirosina, etc.). Devido a sua grande afinidade com os radicais -SH, existentes em diversas proteínas, a pirenoxina sódica forma complexos solúveis com as proteínas do cristalino, inibindo competitivamente a ação dos quinóides e impedindo a progressão da catarata.

Clarvisol deve ser armazenado em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C) e protegido da luz.

Manter sob refrigeração somente após a dissolução do comprimido.

O comprimido de Clarvisol e o veículo diluente são fabricados em linhas de produção distintas e independentes uma da outra. Por esse motivo, estão gravados números de lotes diferentes no rótulo do frasco conta-gotas e no cartucho.

Para referência deste produto, utilize sempre o número constante no cartucho.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original. Após dissolução do comprimido, o produto deverá ser utilizado dentro de 30 dias.

Característica física:

Clarvisol pós-reconstituído é uma solução límpida e amarela.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Reg. ANVISA/MS - 1.0147.0126.

Farm. Resp.:
Elizabeth Mesquita.
CRF-SP nº 14.337.

Registrado por:
Allergan Produtos Farmacêuticos Ltda.
Av. Dr. Cardoso de Melo, 1855.
Bloco 1 - 13º andar - Vila Olímpia.
São Paulo - CEP 04548-005.
CNPJ: 43.426.626/0001-77.

Fabricado por:
Allergan Produtos Farmacêuticos Ltda.
Guarulhos, São Paulo.
Indústria Brasileira.

Sac: 0800 144 077.

Venda sob prescrição médica.

*Não use medicamentos sem o conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para a sua saúde.
*As informações aqui divulgadas não deverão ser utilizadas como substituto de prescrição médica para o tratamento de qualquer doença.