Baryta Carbonica + Atropa Belladona Icone para ediçãoIcone de Enomear Icone de Excluir

Para que serve

Baryta Carbonica + Atropa Belladona (substância ativa) é um auxiliar no tratamento da amigdalite (inflamação de tecido linfático na garganta).

A indicação do Baryta Carbonica + Atropa Belladona (substância ativa) somente poderá ser alterada a critério do prescritor.

Baryta Carbonica + Atropa Belladona (substância ativa) é contra-indicado para uso por pacientes com histórico de hipersensibilidade e alergia a qualquer um dos componentes da fórmula.

Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando.

Baryta Carbonica + Atropa Belladona (substância ativa) não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Devido ao fato de conter álcool na composição, evitar o uso em pessoas sob tratamento com medicação incompatível com álcool ou em recuperação de alcoolismo.

Isento de Prescrição Médica

Adultos

 30 gotas, tomar esta dose três vezes ao dia, no intervalo de 8 em 8 horas.

Crianças

5 a 10 gotas, tomar esta dose duas vezes ao dia, no intervalo de 12 em 12 horas. Colocar a quantidade em gotas em um pouco d´água potável (50mL), antes do uso.

As orientações e recomendações previstas na bula estão relacionadas à via de administração indicada (via oral).

O uso por outras vias pode envolver risco e devem estar sob a responsabilidade do prescritor. Pacientes idosos ou debilitados podem requerer doses inferiores as dos outros adultos. Nestes casos, o médico deverá ser consultado. Siga corretamente o modo de usar.

Em caso de dúvidas sobre o Baryta Carbonica + Atropa Belladona (substância ativa), procure orientação do farmacêutico.

Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.

Ainda não são conhecidas a intensidade e a frequência das reações adversas/colaterais assim como possíveis agravações do Baryta Carbonica + Atropa Belladona (substância ativa).

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista o aparecimento de sintomas novos, agravação de sintomas atuais ou retorno de sintomas antigos.

O uso inadequado do medicamento pode mascarar ou agravar sintomas. Consulte um clínico regularmente. Ele avaliará corretamente a evolução do tratamento. Siga corretamente suas orientações.

Ainda não são conhecidas a intensidade e a frequência das reações adversas/colaterais assim como possíveis agravações do Baryta Carbonica + Atropa Belladona (substância ativa).

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento.

Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

Em caso de sintomas que causem mal estar durante o tratamento, procure seu médico ou farmacêutico.

Interações podem ocorrer com medicação incompatível com álcool quando administradas ao mesmo tempo.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Baryta Carbonica + Atropa Belladona (substância ativa) não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Baryta Carbonica + Atropa Belladona (substância ativa) contém álcool.

A ação do Baryta Carbonica + Atropa Belladona (substância ativa) baseia-se no princípio da “cura do semelhante pelo semelhante”. Sob a ação dos componentes isoladamente, experimentou-se em indivíduos sãos, apresentando reações as quais representam a patogenesia das substâncias.

Estes conjuntos de sintomas, descritos na Matéria Médica Homeopática, incluem:

Para a Baryta, inflamação freqüente com aumento do tamanho das amígdalas e para a Belladonna, inflamações agudas das amigdalas com dor e tendência a formar pus.

Ainda não foram registradas interações no uso do Baryta Carbonica + Atropa Belladona (substância ativa) associado a alimentos ou bebidas alcoólicas.

Baryta Composta Gotas, Baryta Composta Spray

*Não use medicamentos sem o conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para a sua saúde.
*As informações aqui divulgadas não deverão ser utilizadas como substituto de prescrição médica para o tratamento de qualquer doença.