Aricept Icone para ediçãoIcone de Enomear Icone de Excluir

Indicação

Para que serve?

Aricept é indicado para a doença de Alzheimer, no tratamento de sintomas de demência como perda crescente de memória, confusão e alterações no comportamento, em adultos.

Posologia

Como usar?

Geralmente, a dose inicial recomendada é de 5 mg, 1 comprimido de Aricept 5 mg ao deitar, durante 1 mês. Após o primeiro mês de tratamento, de acordo com indicação médica, a dose pode pode ser aumentada para 10 mg por dia, 1 comprimido de Aricept 10 mg ao deitar. A duração do tratamento deve ser indicada pelo seu médico e nunca deve ser excedida a dose máxima diária de 10 mg por dia.

Os comprimidos de Aricept devem ser tomados apenas de acordo com indicação médica e devem ser engolidos inteiros, sem partir ou mastigar, juntamente com um copo de água.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais de Aricept podem incluir diarreia, sensação de mal-estar, dor de cabeça, cãibras musculares, cansaço, dificuldade em dormir, resfriado, perda de apetite, alucinações, sonhos invulgares incluindo pesadelos, agitação, comportamento agressivo, desmaio, tontura, sensação de desconforto no estômago, urticária na pele, coceira, incontinência urinária ou dor.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Aricept está contraindicado para crianças e adolescentes e para pacientes com alergia ao Cloridrato de Donepezilo ou a outros componentes da fórmula.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

Aricept é um medicamento que tem na sua composição Cloridrato de Donepezilo, um composto que pertence a um grupo de medicamentos designados por inibidores da acetilcolinesterase, responsáveis por aumentar os níveis de acetilcolina no cérebro. Sabe-se que na doença de Alzheimer ocorre a decomposição da Acetilcolina no cérebro, uma substância que se encontra relacionada com a memória. Assim, ao diminuir a decomposição da Acetilcolina, Aricept promove o tratamento dos sintomas de demência associados à doença de Alzheimer.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de usar Aricept, deverá falar com o seu médico se estiver grávida, pretendendo engravidar ou amamentando, tiver de ser submetido a intervenção cirúrgica com anestesia geral, tiver historial de úlceras no estômago ou duodenais, historial de ataques epiléticos, tiver convulsões, hepatite, intolerância a alguns açucares, asma ou outra doença pulmonar prolongada, dificuldade em urinar, doença renal ligeira, tiver doença ou problemas no coração, fígado ou rins ou se estiver a tomar outros medicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica.

Caso se encontre em tratamento com Aricept,​ deve evitar dirigir veículos ou maquinas, pois a doença de Alzheimer pode afectar a sua capacidade para dirigir.

O tratamento com Aricept nunca deve ser interrompido sem conhecimento do seu médico e os horários, as doses e duração do tratamento devem ser rigorosamente respeitados.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de toma excessiva de Aricept, deve dirigir-se ao hospital mais próximo, levando a embalagem ou bula do medicamento. Alguns dos efeitos mais comuns que pode sentir após a toma excessiva de Aricept podem incluir sensação de mal-estar, produção excessiva de saliva e de suor, batimentos cardíacos lentos, pressão arterial baixa, problemas em respirar, perda de consciência, ataques epiléticos ou convulsões.

Composição

Aricept 5 mg​ por cada comprimido contém:

Cloridrato de Donepezilo __________________________ 5 mg
Excipientes ______________________________ 1 comprimido

(Excipientes: lactose mono-hidratada, amido de milho, celulose microcristalina, hidroxipropilcelulose, estearato de magnésio, hipromelose, talco, macrogol e dióxido de titânio (E171)).

Aricept 10 mg​ por cada comprimido contém:

Cloridrato de Donepezilo _________________________ 10 mg
Excipientes ______________________________ 1 comprimido

(Excipientes: lactose mono-hidratada, amido de milho, celulose microcristalina, hidroxipropilcelulose, estearato de magnésio, hipromelose, talco, macrogol, dióxido de titânio (E171) e óxido de ferro amarelo (E172)).

Interações Medicamentosas

Aricept não deve ser administrado em conjunto com alguns medicamentos ou substâncias sem orientação médica, como bebidas alcoólicas, outros medicamentos para a doença de Alzheimer, como galantamina, medicamentos para a dor ou tratamento da artrite como ácido acetilsalicílico, anti-inflamatórios não esteroides como ibuprofeno ou diclofenac sódico, medicamentos anticolinérgicos, como tolterodina, antibióticos como eritromicina ou rifampicina, medicamentos antifúngicos como cetoconazol, antidepressivos como fluoxetina, anticonvulsivantes como fenitoína ou carbamazepina, medicamentos para doença cardíaca como quinidina, propranolol ou atenolol, relaxantes musculares como diazepam ou succinilcolina, anestésicos gerais ou juntamente com medicamentos sem receita médica.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar este medicamento?

Caso ocorra o esquecimento da administração de uma dose de Aricept deve saltar a dose esquecida, e tomar apenas a dose do dia seguinte. As doses de Aricept nunca devem ser administradas a dobrar ou no mesmo dia.

Laboratório

Pfizer

Pfizer Manufacturing Deutschland GmbH Illertissen – Alemanha: - SAC: 0800 16 7575

Outros medicamentos indicados para o tratamento da doença de Alzheimer além de Aricept, podem ser Epéz, Ebix, Heimer ou Zider.

*Não use medicamentos sem o conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para a sua saúde.
*As informações aqui divulgadas não deverão ser utilizadas como substituto de prescrição médica para o tratamento de qualquer doença.