Aceviton Icone para ediçãoIcone de Enomear Icone de Excluir

Para que serve

Este medicamento é um suplemento vitamínico indicado como auxiliar do sistema imunológico.

Como o Aceviton funciona?


O ácido ascórbico é uma vitamina hidrossolúvel essencial ao ser humano. O organismo não sintetiza vitamina C e tem baixa capacidade de armazenamento da mesma. Para se manter um nível adequado dessa vitamina, torna-se necessária sua ingestão regular.

Pessoas que apresentam hipersensibilidade ao ácido ascórbico. Nos casos de hiperoxalúria já que o oxalato é metabólito do ácido ascórbico. Caso exista sensibilidade à vitamina C, Aceviton não deve ser utilizado.

Restrições e cuidados que devem ser considerados

O uso de Aceviton em pacientes renais crônicos deve ser avaliado. O ácido ascórbico, por ser uma substância oxidante, pode interagir nos resultados dos exames patológicos de glicose, ácido úrico, creatinina e sangue oculto. Interromper a administração alguns dias antes de fazer o exame.

De acordo com a categoria de risco destinado a mulheres grávidas, este medicamento apresenta risco C.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Tomar 1 comprimido efervescente ao dia dissolvido em água. Doses superiores às recomendadas devem ser tomadas somente com indicação médica. Coloque o comprimido efervescente em um copo com água. O comprimido se dissolverá espontaneamente. Beber imediatamente após o término da dissolução.

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico.

Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar o Aceviton?


Caso você esqueça de tomar o medicamento, retome o seu uso, sem a necessidade de suplementação.

Em caso de dúvida, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

A administração parenteral do Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) pode causar reações alérgicas aos pacientes que possuem hipersensibilidade aos componentes da fórmula. No caso de reações alérgicas o tratamento com Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) deve ser interrompido imediatamente.

Uso na gravidez e lactação

O uso de grandes quantidades diárias durante a gravidez pode ser prejudicial ao feto. Devido à vitamina C ser eliminada através do leite materno, a mesma deve ser administrada com cautela às mães que estejam no período de amamentação.

Uso em pacientes idosos

O produto pode ser utilizado por pacientes com mais de 65 anos de idade desde que se observem as precauções comuns ao mesmo.

Uso em pacientes com insuficiência renal, tuberculose e / ou problemas cardíacos

Devido à presença de edetato dissódico, esse medicamento deve ser utilizado com cautela em pacientes que possuam função renal reduzida, tuberculose e debilidade na função cárdica.

A vitamina C é bem tolerada. Altas doses podem causar diarreia e formação de cálculos renais de oxalato de cálcio. Doses diárias maiores a 600 mg podem apresentar ação diurética. A tolerância pode induzir o paciente a aumentar a dose.

Ocasionalmente desencadeiam-se perturbações digestivas, principalmente diarreia, dores abdominais, gastralgia, pirose, náuseas e vômitos. Aumento da diurese e disúria. O uso por tempo prolongado pode ocasionar dependência/tolerância e a interrupção do tratamento pode causar escorbuto rebote. Pode desencadear a aparição de litíase oxálica ou úrica. Caso ocorra qualquer reação desagradável, a administração de Aceviton deve ser interrompida.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também a empresa, através do seu serviço de atendimento.

Gravidez

De acordo com a categoria de risco destinado a mulheres grávidas, este medicamento apresenta risco C.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Não use este medicamento em caso de doença grave dos rins.

Apresentação

Embalagem contendo 10 comprimidos efervescentes.

Uso oral.

Uso adulto.

Composição

Cada comprimido efervescente contém:

Ácido ascórbico*

1,026 g

Excipientes**

1 comprimido efervescente

*Equivalente a 1g.
**Ácido cítrico, aroma de laranja, benzoato de sódio, bicarbonato de sódio, ciclamato de sódio, corante amarelo crepúsculo, polietilenoglicol, sacarina, carbonato de sódio e sorbitol.
(2222% - Adultos***), (1818% - Gestantes***), (1428 - Lactantes***).
***Teor percentual do componente na posologia máxima relativo à Ingestão Diária Recomendada.

Não se tem descrito sintomas de intoxicação, porém por se tratar de vitamina hidrossolúvel, recomenda-se a suspensão da administração e a ingestão de líquidos, principalmente água.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou a bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

A administração concomitante de Aceviton com ácido acetilsalicílico previne a elevação da concentração de leucócitos no sangue. O ácido ascórbico interage potencializando a ação das substâncias, em solução, com aminofilina, bleomicina, eritromicina, nitrofurantoína sódica, estrogênicos conjugados, cloranfenicol, clorotiazida, hidrocortisona. Já com o paracetamol, o ácido ascórbico promove um aumento da meia-vida desta substância, sendo uma associação vantajosa.

Compostos de alumínio (ex: hidróxido, carbonato, fosfato de alumínio e magaldrate)

Aumento da absorção de alumínio, causando intoxicação.

Indinavir

Redução dos níveis plasmáticos deste.

Amidalina

Aumento da hidrólise do medicamento elevando os níveis de cianeto (metabólito), e diminuição dos níveis séricos de cisteína, que é responsável pela degradação do cianeto.

Salicilatos

Aumentam a excreção urinária de ácido ascórbico e inibem o transporte ativo (absorção) através da parede intestinal.

Cianocobalina (Vitamina B12)

Tem sua atividade reduzida, degrada de 25 a 81% de cianocobalina presente nas refeições.

Dissulfiram

O uso simultâneo pode interferir na interação dissulfiram-álcool.

Desferroxamina

Pode potencializar os efeitos tóxicos do ferro nos tecidos, especialmente no coração, causando descompensação cardíaca.

Mexiletina

A acidificação da urina pode acelerar sua excreção renal.

Barbitúricos

Aumenta a necessidade diária de ácido ascórbico, pois aumentam sua excreção urinária. Anticoncepcionais orais reduzem os níveis de vitamina C no organismo através da oxidação, presumidamente por meio de um nível aumentado de ceruloplastina. O ácido ascórbico aumenta o nível plasmático de etinilestradiol e a interrupção do tratamento pode resultar numa perda de eficácia do anticoncepcional oral. Tetraciclina inibe o metabolismo e reabsorção dos túbulos renais e aumentam a excreção urinaria de vitamina C. 

Corticoesteroides

Reduzem os níveis de vitamina C no organismo através da oxidação. Ácido acetilsalicílico e primidona aumentam a excreção urinária do ácido ascórbico. Calcitonita aumenta a velocidade de utilização da vitamina C.

Paracetamol tem sua meia-vida aumentada (vantajoso). Flufenazida tem sua concentração sérica diminuída, resultando em diminuição de sua ação.

Exames laboratoriais

Em diabéticos pode falsear a dosagem de açúcar na urina sem modificar a glicemia. Pode alterar determinações de glicemia (falso-negativo pelo método de oxidase e falso-positivo pelo método de redução do cobre), glicosúria no sangue e urina, e níveis séricos de transaminases, creatinina, desidrogenases lática, ácido úrico e bilirrubina. Pode também condicionar resultados falso-negativos em pesquisa de sangue oculto nas fezes e em dosagens de acetaminofeno na urina. Determina o falso doseamento elevado de carbamazepina.

Recomenda-se interromper seu uso do ácido ascórbico antes da realização desses exames (mínimo de 48 horas).

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Resultados de Eficácia


Devido às suas propriedades antioxidantes, o Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) parece proteger o óxido nítrico da degradação por radicais livres; promove a melhora na vasodilatação dependente do endotélio; reduz a rigidez arterial e diminui a agregação plaquetária em seres humanos.

Características Farmacológicas


O Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) atua como co-fator em diversas reações de hidroxilação e amidação pela transferência de elétrons para enzimas que fornecem equivalentes redutores. Por conseguinte, o Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) é necessário ou facilita a conversão de certos resíduos de prolina e lisina do pró-colágeno, a oxidação das cadeias laterais de lisina em proteínas, fornecendo a hidroxitrimetillisina para a síntese de carnitina, a conversão de ácido fólico em ácido folínico, o metabolismo microssomal de fármacos e a hidroxilação da dopamina para formar norepinefrina.

O Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) promove a atividade de uma enzima de amidação, que se acredita estar envolvida no processamento de certos hormônios peptídeos como a ocitocina. Nos tecidos, como dentes, ossos e endotélio capilar, o Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) está relacionado com a síntese de colágeno, proteoglicanos e outros constituintes orgânicos da matriz intercelular.

A vitamina C não é produzida pelo organismo humano e por isso necessita estar presente na alimentação diária. O Ácido Ascórbico (Vitamina C) (substância ativa) é bem absorvido, distribuindo-se uniforme e rapidamente, sendo eliminado em parte por oxidação e em parte por excreção renal.

Conservar em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C). Proteger da luz e umidade.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Aspectos físicos

Comprimido alaranjado com odor característico de laranja.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Reg. MS N.º 1.4381.0165

Farm. Resp.:
Charles Ricardo Mafra
CRF-MG 10.883

Fabricado por:
Cimed Indústria de Medicamentos Ltda.
Av. Cel. Armando Rubens Storino, 2750 – Pouso Alegre/MG
CEP: 37550-000
CNPJ: 02.814.497/0002-98

Registrado por:
Cimed Indústria de Medicamentos Ltda.
Rua Engenheiro Prudente, 121 – São Paulo/SP
CEP: 01550-000
CNPJ: 02.814.497/0001-07

Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas procure orientação médica.

*Não use medicamentos sem o conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para a sua saúde.
*As informações aqui divulgadas não deverão ser utilizadas como substituto de prescrição médica para o tratamento de qualquer doença.