Varize Icone para edição

Varizes são veias com tortuosas, dilatadas e insuficientes. Qualquer veia pode ficar varicosa, mas é mais comum as varizes afetarem as pernas e pés – isso porque ficar em pé parado ou assentado por longos períodos aumenta a pressão nas veias da parte inferior do corpo.

Para muitas pessoas, as varizes e vasinhos (uma variação mais leve de varizes) são uma preocupação puramente estética. Para outras pessoas, varizes podem causar dor, desconforto e até mesmo problemas mais graves, como aumentar o risco de doenças circulatórias. O tratamento pode envolver medidas de autocuidado ou procedimentos para fechar ou remover as veias.

Sintomas:

As varizes podem não apresentar sintomas além de do aparecimento de veias tortuosas, dilatadas e azuladas logo abaixo da pele. Se você apresentar sintomas de varizes, eles podem incluir:

  • Dor, ardor, ou sensação de peso nas pernas, que podem ser mais acentuados no fim do dia
  • Leve inchaço, geralmente envolvendo apenas os pés e tornozelos
  • Coceira na pele sobre a veia varicosa.

Os sintomas mais graves de varizes são:

  • Acúmulo de líquido e inchaço na perna
  • Inchaço e panturrilha com dor significativa após ficar sentado ou em pé por muito tempo
  • Mudanças na cor da pele ao redor dos tornozelos e pernas
  • Pele seca, esticada.

Os sintomas de varizes pode se tornar mais graves alguns dias antes e durante o período menstrual.

Diagnóstico:

As varizes geralmente são diagnosticadas fazendo apenas uma análise da pele e aparência das veias. Durante o exame físico, o médico ou médica irá examinar suas pernas, pés ou quaisquer outras áreas afetadas. Ele ou ela vai buscar sintomas inchaço, alterações na cor da pele, úlceras e outros sinais de ruptura da pele. Para estudar o fluxo de sangue, você pode precisar mover suas pernas em posições diferentes.

Se há suspeita de varizes, após um bom exame clínico você poderá fazer um exame de ultrassom Doppler Colorido Venoso de Membros inferiores.

Tratamento:

Para a maioria dos casos, as varizes podem ser tratadas com medidas de autocuidado, tais como:

  • Exercício físico
  • Emagrecimento
  • Evitar o uso de roupas apertadas
  • Elevar as pernas sempre que possível
  • Evitar longos períodos em pé ou sentado.

Meias de compressão também podem ser usadas para o controle das varizes. Elas fazem uma compressão mais forte no tornozelo que vai diminuindo em direção à coxa ajudando a direcionar o retorno do sangue venoso de volta ao coração. A quantidade de compressão varia por tipo e marca. Ao comprar meias de compressão, certifique-se de que elas sirvam corretamente. Meias de compressão devem ser fortes, mas não necessariamente apertadas.

Além destas medidas básicas, pode ser que precise fazer um desses tratamentos:

  • Escleroterapia
  • Cirurgia, que são individualizadas para cada pessoa: pode-se usar a cirurgia convencional, laser, radiofrequência, espuma eco guiada ou mini cirurgia com anestesia local, de acordo com a evolução da doença. Por isto recomenda-se cuidar o mais precoce possível para que o tratamento seja o mais simples.

As varizes que se desenvolvem durante a gravidez geralmente melhoram sem tratamento médico dentro de três a 12 meses após o parto.

Prognóstico:

Se você tem varizes, é possível controlar o problema e evitar complicações com medidas simples:

  • Usar meias de compressão
  • Praticar exercícios
  • Manter um peso saudável
  • Elevar as pernas
  • Evitar longos períodos sentado e de pé.

Varizes superficiais às vezes podem causar problemas leves, como hematomas ou hemorragias. Pequenos coágulos de sangue podem se formar ocasionalmente nas veias superficiais (flebite superficial). A maioria destes problemas pode ser tratado de forma segura em casa.

  • Em caso de contusão, eleve a perna e aplique gelo ou compressa fria nas primeiras duas horas após o ocorrido. Isso pode ajudar a reduzir a quantidade de sangramento sob a pele e minimizar hematomas
  • Se você arranhar ou cortar a pele sobre uma veia, pode sangrar muito. Eleve sua perna e aplique uma pressão firme com um curativo limpo sobre o local do sangramento. Continue a aplicar pressão durante 15 minutos. Se o sangramento não parou após 15 minutos, aplicar a pressão de novo durante mais 15 minutos. Você pode repetir esse procedimento até três vezes para um total de 45 minutos
  • Se você percebeu que se formou um coágulo de sangue em uma veia varicosa superficial (flebite superficial), procure ajuda médica e siga as instruções.

Complicações:

Complicações das varizes incluem:

  • Ulcerações
  • Coágulos que podem levar a uma trombose venosa profunda e eventualmente embolia pulmonar e morte
  • Sangramentos
  • Pele seca, esticada, inchada e com coceira
  • Pele fina frágil, que se machuca facilmente
  • Mudanças na cor da pele ao redor dos tornozelos e pernas
  • Infecções fúngicas e bacterianas, que podem surgir a partir de problemas de pele decorrentes do acúmulo de líquidos (edema) na perna
  • Aumento do risco de infecção dos tecidos (celulite).

Prevenção:

Não é possível evitar totalmente o aparecimento de varizes. No entanto, é possível melhorar a circulação e reduzir o risco de desenvolver complicações. As mesmas medidas que tratam o desconforto das varizes podem ajudar a prevenir o problema. Veja:

  • Praticar exercícios
  • Manter o peso saudável
  • Comer um alto teor de fibras
  • Reduzir o consumo de sal
  • Evitar saltos altos ou sapatilhas e meias apertadas
  • Elevar as pernas
  • Evitar ficar muito tempo na mesma posição.

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.