Sons pulmonares Icone para edição

Os sons pulmonares são ruídos produzidos pelas estruturas que compõem o pulmão durante a respiração. Eles ocorrem em toda a região do tórax e podem ser ouvidos com maior intensidade com a ajuda de um estetoscópio.

Tipos:

Existem diversos tipos de sons respiratórios, mas quatro deles estão elencados entre os mais comuns:

Os sons estertores parecem pequenos “cliques”. Acredita-se que os sons estertores ocorram quando o ar abre as vias aéreas fechados.

Os roncos ocorrem quando o ar é obstruído nas vias respiratórias. Ele é muito comum durante a noite, enquanto a pessoa está dormindo.

O som estridor ocorre devido à obstrução do fluxo de ar na traqueia ou na parte posterior da garganta.

Os sibilos são sons agudos produzidos por vias aéreas estreitas e muitas vezes podem ocorrer quando uma pessoa exala o ar de seus pulmões. Os sibilos são comumente ouvidos sem o auxílio de um estetoscópio.

Remédios:

Os sons pulmonares podem ter diversas causas, de modo que o tratamento varia de acordo com o diagnóstico estabelecido pelo médico. Por isso, somente um especialista capacitado pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Os medicamentos mais comuns no tratamento de sons pulmonares são:

  • Bisolvon

Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia

Ministério da Saúde

Mayo Clinic

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.