Síndrome do intestino irritável Icone para edição

A síndrome do intestino irritável é uma doença comum crônica que afeta o intestino grosso (cólon) e que exige acompanhamento médico no longo prazo.

Sintomas:

Os sinais e sintomas da síndrome do intestino irritável podem variar muito de pessoa para pessoa e são, muitas vezes, semelhantes aos sintomas de outras doenças. Os mais comuns são:

  • Dor abdominal ou cólicas
  • Sensação de inchaço
  • Gases
  • Diarreia ou constipação - às vezes alternando crises entre os dois problemas
  • Muco nas fezes.

A síndrome do intestino irritável é uma doença crônica na maioria dos casos, mas há momentos em que os sintomas manifestados são piores e momentos em que eles são melhores. Podendo, inclusive, ter fases completamente assintomáticas.

Diagnóstico:

Na maioria dos casos, o médico pode fazer o diagnóstico de síndrome do intestino irritável com base nos sintomas e por meio poucos exames ou, às vezes, até nenhum exame. Seguir uma dieta sem lactose por um período determinado de tempo pode ajudar o médico a avaliar se uma possível intolerância à lactase pode estar causando os sintomas.

Não existe um exame específico para diagnosticar a síndrome, mas é possível fazer testes para descartar outros problemas:

  • Exames de sangue para ver se você tem uma contagem baixa de glóbulos sanguíneos (anemia)
  • Culturas de fezes para descartar uma infecção.

Alguns pacientes precisarão fazer uma sigmoidoscopia ou colonoscopia. Durante esses testes, um tubo oco é inserido pelo ânus. O médico pode ver pelo tubo. Você poderá precisar desses testes, principalmente, se os sintomas surgirem após os 50 anos de idade, se apresentar sangue nas fezes e emagrecimento involuntário e se os resultados dos exames de sangue estiverem alterados.

Outros exames de imagem também podem ajudar o médico a fazer o diagnóstico, como raio-X do trato gastrointestinal e tomografia computadorizada.

Tratamento:

Como não se sabe exatamente o que leva à síndrome do intestino irritável, o objetivo do tratamento é aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente. Ele pode ser feito pelo uso de medicamentos específicos para a síndrome.

Mudanças no estilo de vida do paciente fazem parte do tratamento. Incorporar suplementos de fibra e de medicamentos anticolinérgicos, antiespasmódicos, antidepressivos (em doses menores) e remédios contra a diarreia devem vir acompanhados de alterações radicais na dieta, com a eliminação de bebidas gaseificadas, alimentos gordurosos e glúten da alimentação diária.

Prognóstico:

Mudanças de estilo de vida e na alimentação precisam vir acompanhadas do tratamento médico. Adote algumas medidas e acelere a recuperação. Veja dicas:

  • Pratique exercícios físicos regulares e melhore seus hábitos de sono. Essas medidas ajudam a reduzir a ansiedade e aliviam os sintomas
  • Mudanças na dieta são necessárias. No entanto, não há um cardápio fixo a seguir, pois a doença difere de uma pessoa para outra e, por isso, as alterações na dieta variam de acordo com o paciente. No geral, as recomendações seguem um padrão: evitar bebidas gaseificadas, cafeína, álcool, produtos lácteos, alimentos gordurosos e glúten. Converse com seu médico antes de fazer mudanças em sua alimentação
  • Beba muito líquido. Manter-se hidratado é essencial para a recuperação
  • Alimente-se regularmente, durante todo o dia e em pequenas quantidades. Evite grandes refeições.

Lembre-se: o importante é evitar possíveis gatilhos para os sintomas da síndrome e adotar um estilo de vida saudável, mantendo um bom peso também. Excesso de peso e obesidade podem provocar prejuízos à saúde e também ao tratamento.

Complicações:

A diarreia e prisão de ventre, ambos sintomas da síndrome do intestino irritável, podem levar a um quadro de hemorroidas. Além disso, se você evitar certos alimentos, pode não ter o suficiente dos nutrientes e calorias que você precisa, o que leva à desnutrição. Converse com um médico sobre a possibilidade de tomar suplementos vitamínicos.

O impacto da síndrome do intestino irritável em sua qualidade de vida pode ser a complicação mais significativa de todas. Os sintomas e o longo tratamento, juntamente com todas as restrições médicas, podem levar os pacientes à depressão.

Síndrome do intestino irritável tem cura?

A síndrome do intestino irritável pode ser uma doença que necessita de tratamento por toda a vida. Para algumas pessoas, os sintomas prejudicam diretamente o desempenho no trabalho e nos círculos sociais. No entanto, o tratamento pode contribuir para trazer alívio aos sintomas, que podem, eventualmente, diminuir e às vezes até desaparecer completamente.

A síndrome do intestino irritável não causa danos permanentes ao intestino e não leva a uma doença grave, como o câncer, por exemplo.

Prevenção:

A principal dica preventiva para evitar síndrome do intestino irritável é manter um estilo de vida saudável, longe de vícios e da má alimentação. Evite álcool, cigarro e drogas recreativas, bem como alimentos gordurosos, bebidas gaseificadas e consumo excessivo de cafeína.

Pratique exercícios físicos regularmente e faça exercícios de relaxamento e meditação, a fim de evitar estresse. Acompanhamento psicológico também é indicado.

Ministério da Saúde

Federação Brasileira de Gastroenterologia

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.