Prolapso da válvula mitral Icone para edição

O prolapso da válvula mitral é um problema cardíaco no qual a válvula que separa as câmaras superior e inferior do lado esquerdo do coração não fecha apropriadamente.

Sintomas:

Embora o prolapso da válvula mitral seja geralmente uma doença que pode necessitar de pede tratamento ao longo de toda a vida, muitas pessoas com esta condição nunca apresentam sintomas. Quando diagnosticado, é até muito comum que as pessoas se surpreendam ao saber que elas têm um problema cardíaco.

Quando os sinais e sintomas ocorrem, pode ser devido a um vazamento de sangue para a parte superior do coração por meio da válvula, num movimento chamado de regurgitação. Os sinais e sintomas do prolapso da válvula mitral pode variar muito de uma pessoa para outra. Eles tendem a ser leves e se desenvolver gradualmente. Eles costumam incluir:

Diagnóstico:

O cardiologista pode diagnosticar o prolapso da válvula mitral em qualquer idade. O médico poderá, ainda, suspeitar do diagnóstico de prolapso da válvula mitral durante um exame físico.

Alguns exames específicos poderão ser solicitados, entre eles:

Tratamento:

Na maioria dos casos, não há presença de sintomas, o que torna o tratamento desnecessário.

Se o paciente tiver prolapso importante da válvula mitral, é necessário acompanhamento médico frequente e em alguns casos, talvez seja necessário permanecer no hospital em observação. Poderá ser necessária uma cirurgia para reparar ou substituir a válvula se o paciente apresentar regurgitação mitral grave ou se os sintomas piorarem. A substituição da válvula mitral pode ser essencial se:

Alguns medicamentos poderão ser prescritos de forma paliativa quando a regurgitação mitral ou outros problemas cardíacos também estiverem presentes, como:

Prognóstico:

A maioria das pessoas com prolapso da válvula mitral pode levar uma vida normal, produtiva e sem sintomas.

Os médicos geralmente não recomendam restrições ao estilo de vida ou quaisquer limitações no que diz respeito à prática de exercícios físicos. No entanto, pergunte ao médico se ele recomenda quaisquer alterações em seu estilo de vida. Se você tiver regurgitação mitral grave, o seu médico poderá recomendar-lhe evitar exercícios que poderiam piorar a sua condição, tais como levantamento de peso.

O médico pode recomendar visitas regulares de acompanhamento para avaliar a sua condição.

Complicações:

Prolapso da válvula mitral não tratado pode causar complicações mais graves de saúde, como:

Prolapso da válvula mitral tem cura?

O prolapso da válvula mitral não deve afetar seu estilo de vida negativamente. Se o vazamento da válvula se agravar, o seu quadro poderá ser semelhante àquele de pessoas que têm regurgitação mitral resultante de qualquer outra causa.

Em grande parte dos casos, a condição é inofensiva e não provoca sintomas. Os sintomas, se surgirem, podem ser tratados e controlados com medicamentos ou cirurgia, dependendo do caso. No entanto, alguns batimentos cardíacos irregulares associados ao prolapso da válvula mitral podem colocar a vida em risco.

Prevenção:

Não há como prevenir o prolapso da válvula mitral, mas as pessoas podem evitar determinadas complicações mantendo uma saúde bucal adequada e fazendo acompanhamento médico regular.

Ministério da Saúde

Sociedade Brasileira de Cardiologia

Instituto do Coração

Instituto de Cardiologia

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.