Pitiríase versicolor Icone para edição

A pitiríase versicolor é uma infecção fúngica comum da pele. Nela, o fungo interfere na pigmentação normal da pele, resultando em pequenas manchas espalhadas pelo corpo.

Sinônimos

Tinea versicolor

Sintomas:

A pitiríase versicolor é um tipo de infecção que aparece como se fosse um revestimento fino de fungo na pele. Sua principal característica é o surgimento de manchas descoloridas de pele, que, apesar de poderem ser assintomáticas, podem ser também:

  • Brancas, rosas, bege ou amarronzadas
  • De crescimento lento, com presença de escamas e, eventualmente, acompanhadas de coceira
  • Mais visíveis após exposição ao sol
  • Mais comuns nas costas, no peito, pescoço e na parte superior do braço.

Diagnóstico:

O médico pode diagnosticar a pitiríase versicolor simplesmente por meio da observação clínica, no próprio consultório. Se houver qualquer dúvida em relação ao diagnóstico, ele pode fazer uma rápida biópsia da pele, raspando a área infectada e visualizando a amostra por um microscópio.

Tratamento:

Se a pitiríase versicolor for grave ou não responder a medicamentos vendidos sem necessidade de prescrição médica, como alguns antifúngicos encontrados em farmácias, o paciente pode precisar de um medicamento mais forte, que deve ser recomendado por um especialista.

Mesmo após o tratamento bem-sucedido, a cor da pele que foi alterada durante a doença pode permanecer assim por várias semanas ou até mesmo meses. Além disso, a infecção pode voltar quando o tempo estiver quente e úmido. Em casos persistentes, o paciente pode precisar fazer uso de um medicamento uma ou duas vezes por mês para evitar que a infecção se repita.

Prognóstico:

Para um caso leve de pitiríase versicolor, você pode aplicar um medicamento de uso livre sobre a área infectada. Em farmácias, você pode encontrar loções antifúngicas, cremes, pomadas ou em shampoo. A maioria das infecções fúngicas respondem bem aos agentes tópicos existentes nesses produtos.

Além disso, lave e seque a área afetada com bastante cuidado. Se não houver melhora após quatro semanas, consulte um médico. Você pode precisar de um medicamento mais forte.

Pitiríase versicolor tem cura?

A pitiríase versicolor é fácil de ser tratada e não costuma evoluir para complicações mais sérias. A alternação na cor da pele pode persistir por algum tempo, de semanas até alguns meses. Além disso, pode haver reincidência da doença em dias quentes e úmidos.

Prevenção:

Evite expor-se ao calor se você já teve pitiríase versicolor antes. Além disso, para evitar que a infecção retorne, o médico poderá lhe prescrever um medicamento para uso diário. Converse com ele sobre o melhor remédio para seu caso.

  • Ministério da Saúde
  • Mayo Clinic
  • American Academy of Dermatology
  • Sociedade Brasileira de Dermatologia.
  • Ministério da Saúde
  • Mayo Clinic
  • American Academy of Dermatology
  • Sociedade Brasileira de Dermatologia.

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.