Periodontite Icone para edição

Periodontite é a inflamação e infecção dos ligamentos e ossos que dão suporte aos dentes. A periodontite é uma doença comum, porém perfeitamente possível de ser prevenida.

Sintomas:

Os primeiros sintomas da periodontite lembram os da gengivite. Fique atento aos principais sinais da periodontite:

  • Mau hálito
  • Gengivas com aspecto vermelho vivo ou arroxeado
  • Gengivas com aspecto brilhante
  • Gengivas que sangram com facilidade (principalmente durante a escovação)
  • Gengivas sensíveis ao toque, mas que não doem de outra forma
  • Dentes soltos
  • Gengivas inchadas.

Diagnóstico:

O diagnóstico de periodontite é geralmente feito de forma simples. Ele é baseado na descrição dos sintomas e em um exame da boca do paciente. O dentista examinará a boca em busca da presença de placas bacterianas e tártaro, além de verificar se há sangramento fácil.

Para determinar a gravidade da periodontite, o dentista poderá:

  • Usar um instrumento dental para medir a profundidade do bolso do sulco entre a gengiva e os dentes. O especialista inserirá uma sonda de metal ao lado de seu dente debaixo da gengiva, geralmente em vários locais da boca
  • Tirar radiografias dentárias para verificar se há perda óssea em áreas onde o dentista observa maiores indícios de periodontite.

Tratamento:

Os principais objetivos do tratamento da periodontite são reduzir a inflamação, eliminar os bolsos (se houver) e tratar as causas subjacentes. Superfícies ásperas dos dentes ou aparelhos odontológicos devem ser reparados se houver suspeita de que estejam facilitando a ocorrência da periodontite. Causas subjacentes à doenças e outros distúrbios possivelmente envolvidos devem ser tratados.

É importante fazer a limpeza dos dentes cuidadosamente. Isso pode envolver o uso de vários instrumentos ou aparelhos para remover o acúmulo de placa e tártaro dos dentes. A higiene oral rotineira, meticulosa e caseira é necessária após a limpeza dentária profissional para impedir mais destruição. O dentista demonstrará melhores técnicas de escovação e ensinará o uso correto do fio dental. Recomenda-se que os pacientes com periodontite façam limpeza dentária profissional mais de duas vezes por ano.

Também pode ser necessária cirurgia para tratar o problema, pois bolsos muito profundos nas gengivas podem precisar ser abertos e limpos. Além disso, dentes soltos podem precisar de suporte. Talvez o dentista precise remover um ou vários dentes para que a periodontite não piore e se espalhe para os dentes vizinhos.

Prognóstico:

Experimente algumas medidas caseiras para reduzir e prevenir a periodontite:

  • Realize limpezas dentais profissionais regulares, de acordo com a regularidade recomendada pelo seu dentista
  • Use uma escova macia e a substitua pelo menos a cada três ou quatro meses
  • Consulte seu dentista se estiver pensando em usar uma escova de dentes elétrica
  • Escove os dentes três vezes por dia ou, melhor ainda, depois de cada refeição ou lanche que fizer ao longo do dia
  • Use fio dental diariamente
  • Faça uso, também, de um enxaguante bucal para ajudar a reduzir a placa bacteriana entre os dentes.

Complicações:

Periodontite pode evoluir para problemas de saúde mais graves, confira:

  • Infecção ou abscesso do tecido mole (celulite facial)
  • Infecção dos maxilares (osteomielite)
  • Reaparecimento da periodontite
  • Abscesso dentário
  • Perda do dente
  • Rompimento ou movimento dos dentes.

Periodontite tem cura?

Algumas pessoas acham desconfortável o processo de remoção de placa dentária das gengivas inflamadas. Os sangramentos e o inchaço das gengivas devem desaparecer dentro de uma ou duas semanas após o início do tratamento, fazendo com elas voltem a ter aspecto saudável.

Você deve manter uma higiene oral cuidadosa por toda a vida, caso contrário, a periodontite pode reaparecer.

Prevenção:

A boa higiene oral é a melhor forma de prevenção da periodontite. Ela inclui a escovação e o uso do fio dental cuidadosa e diariamente, além de limpezas profissionais regulares nos dentes. A prevenção e o tratamento da gengivite reduzem o risco de desenvolvimento da periodontite.

Instituto Brasileiro de Periodontite

Ministério da Saúde

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.