Micrognatia Icone para edição

Micrognatia é definida como a deformação da mandíbula inferior, que é menor do que o normal. Uma criança com micrognatia tem a mandíbula inferior muito mais curta do que o resto do rosto.

Apesar de ser um sintoma comum na infância, a micrognatia pode aparecer mais tarde. Ela ocorre principalmente em crianças que nascem com certas condições genéticas, como Trissomia 13 e progeria.

Em alguns casos, esse problema desaparece conforme a criança cresce e se desenvolve. Em casos mais graves, a micrognatia pode causar má-oclusão dos dentes e problemas com alimentação.

Tratamento:

O maxilar inferior da criança pode crescer o suficiente por conta própria, especialmente durante a puberdade. Neste caso, não é necessário um tratamento.

Em geral, os tratamentos para micrognatia incluem:

  • Uso de equipamentos especiais para alimentação, caso a criança esteja com dificuldade para comer
  • Cirurgia corretiva para adicionar ou mover pedaços de osso e estender maxilar inferior
  • Dispositivos corretivos, tais como aparelho ortodôntico, para consertar dentes desalinhados.

Tratamentos específicos para as causas de micrognatia dependem de qual é a condição e quão graves são os sintomas. Os métodos de tratamento podem variar desde medicamentos e acompanhamento até cirurgias.

Micrognatia tem cura?

Se o queixo da criança está crescendo por conta própria, os problemas de alimentação geralmente param.

A cirurgia corretiva é geralmente bem sucedida, mas pode demorar nove a 12 meses para o queixo se curar completamente.

Em última análise, as perspectivas dependem da condição que causou micrognatia. O médico ou médica pode lhe dar mais informações sobre a doença que está causando a micrognatia e quais as perspectivas de tratamento.

American Association of Oral and Maxillofacial Surgeons

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.