Hipercalcemia Icone para edição

Hipercalcemia é a condição em que o nível de cálcio no sangue é maior do que o normal.

Sintomas:

  • Constipação
  • Náusea
  • Dor
  • Falta de apetite
  • Vômitos
  • Dor no flanco
  • Sede frequente
  • Micção frequente
  • Contrações musculares
  • Fraqueza
  • Apatia
  • Demência
  • Depressão
  • Irritabilidade
  • Perda de memória
  • Dor nos ossos
  • Arqueamento dos ombros
  • Fraturas devido a doença (fraturas patológicas)
  • Perda de altura
  • Curvatura da coluna espinhal

Diagnóstico:

Já que a hipercalcemia pode causar poucos sinais ou sintomas, uma pessoa pode não saber que tem a doença até que exames de sangue de rotina indiquem um alto nível de cálcio no plasma. Os exames de sangue também podem revelar se o seu nível de hormônio da paratireoide é alta, indicando que você tem hiperparatireoidismo.

Para determinar se seu hipercalcemia é causada por um problema subjacente, como câncer ou sarcoidose, o seu médico pode recomendar exames de imagem de seus ossos ou pulmões.

Tratamento:

O tratamento é voltado para a causa da hipercalcemia. Nas pessoas com hiperparatireoidismo primário (PHPT), pode ser necessário realizar uma cirurgia para retirar a glândula paratireoide anormal e curar a hipercalcemia.

Contudo, se a hipercalcemia for moderada, o médico oferecerá a opção de monitorar a doença mais de perto ao longo do tempo.

A hipercalcemia severa que causa sintomas e exige internação é tratada com:

  • Calcitonina
  • Diálise
  • Medicamento diurético, como furosemida
  • Medicamentos que impedem a quebra de ossos e a absorção pelo corpo
  • Líquidos por via venosa (líquidos intravenosos)
  • Glicocorticoides (esteroides)

Prognóstico:

Se você desenvolver hipercalcemia, você pode seguir algumas dicas e evitar possíveis complicações da doença. Veja:

  • Beba bastante líquidos, especialmente água. Beber líquidos pode ajudar a mantê-lo longa da desidratação e ajudar a prevenir a formação de pedras nos rins.
  • Exercite-se. Uma vez que seus níveis de cálcio voltar ao normal, e se você for de outra maneira saudável, é importante manter-se ativo para ajudar a manter a densidade óssea. Tente combinar o treinamento de força com exercícios de levantamento de peso.
  • Não fume. Fumar aumenta a perda de massa óssea.

Complicações:

Essas complicações da hipercalcemia no longo prazo são incomuns nos dias de hoje, graças a avanços nos métodos de tratamento:

  • Pancreatite
  • Úlcera péptica
  • Depósitos de cálcio no rim (nefrocalcinose)
  • Desidratação
  • Pressão sanguínea alta
  • Insuficiência renal
  • Cálculos renais
  • Depressão
  • Dificuldade de concentração ou raciocínio
  • Cistos ósseos
  • Fraturas
  • Osteoporose

Hipercalcemia tem cura?

O sucesso do tratamento depende da causa da hipercalcemia. Pacientes com hiperparatireoidismo moderado ou hipercalcemia com uma causa tratável obtêm êxito no tratamento e geralmente não têm complicações.

Pacientes com hipercalcemia causada por doenças tais como câncer ou doença granulomatosa podem não ter sucesso, mas isso geralmente se deve à própria doença e não à hipercalcemia.

Prevenção:

A maioria das causas da hipercalcemia não pode ser evitada. Mulheres acima dos 50 anos devem consultar o médico regularmente e fazer exame de sangue para verificar os níveis de cálcio caso tenham sintomas de hipercalcemia.

Você pode evitar a hipercalcemia causada por suplementos de cálcio e vitamina D entrando em contato com um médico para orientação sobre a dose caso esteja tomando suplementos sem receita.

Ministério da Saúde

Sociedade Brasileira de Nefrologia

Mayo Clinic

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.