Hidrocele Testicular Icone para edição

Hidrocele testicular é a presença de líquido em quantidades anormais dentro do escroto e envolvendo o testículo, que pode ser tanto unilateral quanto bilateral.

Uma hidrocele testicular pode ser congênita ou adquirida e é mais comum em bebês e em adultos acima dos 45 anos de idade.

Sinônimos

Hidrocele; Processus vaginalis; Processus vaginalis patente

Sintomas:

Uma hidrocele testicular geralmente vem acompanhada de um inchaço indolor em um ou em ambos os testículos.

Adultos com este problema podem reclamar de um desconforto na região escrotal. Nestes casos, pode haver dor dependendo do tamanho da inflamação.

Diagnóstico:

O especialista começará o diagnóstico com um exame físico. Depois disso, ele poderá recomendar exames de sangue e de urina para ajudar na detecção de uma eventual infecção, como epididimite. Ultrassonografias também podem ser uma opção, uma vez que ajudam a descartar outras possíveis causas, como hérnia e tumor testicular.

Tratamento:

As hidroceles testiculares que acometem bebês geralmente desaparecem por conta própria dentro de aproximadamente um ano. No entanto, se a hidrocele não desaparecer depois deste período ou aumentar de tamanho, ela deverá ser removida cirurgicamente.

Para adultos, as hidroceles geralmente se curam por conta própria dentro de seis meses. Nestes casos, a hidrocele testicular requer tratamento somente caso sejam muito grandes – o suficiente para causar dor ou desfiguração. Caso contrário, ela pode precisar ser retirada por meio de cirurgia também.

Complicações:

A hidrocele testicular normalmente não apresenta perigo para a saúde e geralmente não afeta a fertilidade. No entanto, em alguns casos, ela pode ser associada a uma condição testicular subjacente que pode causar sérias complicações, incluindo:

  • Infecção
  • Tumor
  • Redução na produção de esperma
  • Hérnia inguinal.

Prevenção:

Por se tratar de um problema de saúde congênito, não há formas conhecidas de se prevenir hidrocele testicular em recém-nascidos. Adultos podem evitar o problema prevenindo infecções e possíveis lesões na região escrotal.

Ministério da Saúde

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.