Esplenomegalia Icone para edição

O que é Esplenomegalia?

Esplenomegalia é o nome dado ao aumento do baço, que fica além de seu tamanho normal.

O baço é um órgão pertencente ao sistema linfático, responsável por filtrar o sangue e manter os glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas saudáveis. Devido à sua importante função, o baço pode ser afetado por inúmeros tipos de problemas que comprometem seu funcionamento e a organização de todo o sistema linfático.

Causas

Inúmeras causas podem levar à esplenomegalia. Veja as principais:

  • Infecções bacterianas
  • Mononucleose
  • Infecções virais
  • Infecções por parasitas
  • Doenças envolvendo o fígado, como atresia biliar
  • Cirrose alcoólica
  • Policitemia
  • Doença da arranhadura do gato
  • Talassemia
  • Alguns tipos de câncer
  • Linfoma de Hodgkin
  • Colangite esclerosante
  • Doenças do sangue
  • Anemia hemolítica
  • Leucemia
  • Síndrome de Felty
  • Lúpus
  • Sarcoidose
  • Crise esplênica da célula falciforme
  • Fibrose cística
  • Hipertensão
  • Obstrução de artérias
  • Síndrome mielodisplásica

Buscando ajuda médica

Quando o baço está aumentado, a pessoa geralmente não sente outros sintomas, a não ser uma dor localizada na parte superior esquerda do abdômen (que é onde fica o baço em nosso organismo). Você deve procurar ajuda médica se você sentir o aumento dessa dor e, principalmente, se a dor aparecer durante a respiração profunda.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar esplenomegalia são:

  • Clínico geral
  • Gastroenterologista
  • Oncologista
  • Angiologista
  • Hepatologista
  • Infectologista

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Você sente dores?
  • Você manifestou outros sintomas?
  • Onde está localizada sua dor?
  • Ela tem aumentado com o tempo?
  • Qual a intensidade da dor?
  • Você tomou alguma medida para aliviar a dor? O quê? Funcionou?
  • Você faz uso de algum tipo de medicamento? Qual?
  • Você já foi diagnosticado com alguma outra condição médica? Qual?
  • Você já teve alguma doença no baço?
  • Você consome bebidas alcóolicas? Em qual quantidade?

Ministério da Saúde

Sociedade Brasileira de Infectologia

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.