Enurese Icone para edição

O que é Enurese?

Enurese é a micção involuntária que pode ser causada por vários fatores. Estes incluem desordens nos rins, bexiga, uretra ou falta de controle dos músculos que liberam a urina, além de ser associada com fatores neurológicos. Em crianças até os cinco ou sete anos é comum ter episódios de enurese noturna, o famoso xixi na cama, e não gera preocupação. Pelo contrário, faz parte do desenvolvimento da criança.

Causas

Ninguém sabe a exata causa da enurese, mas acredita-se que vários fatores possam causa-la ou contribuir com os sintomas. São eles:


Fatores de risco

Apesar de comum, vários fatores têm sido ligados ao aumento do risco de enurese, o “xixi na cama”. Dentre eles:


Sintomas de Enurese

Micção involuntária, principalmente no caso de crianças e durante a noite.

Buscando ajuda médica

A maioria das crianças deixam de fazer xixi na cama conforme vão crescendo. Contudo, em alguns casos elas podem precisar de ajuda para controlar a enurese ou este ser um sintoma de outras condições médicas que demandam atenção. Por isso, procure o pediatra se:


Na consulta médica

Caso seja necessário procurar ajuda médica, os pais levarão a criança ao pediatra e, se precisar, ele encaminhará o caso a um especialista (urologista ou nefrologista pediátrico).

Pode ser interessante chegar ao consultório com as seguintes informações:


Também é importante levar suas dúvidas para a consulta por escrito, começando pela mais importante. Isso garante que você conseguirá respostas para todas as perguntas relevantes antes de sair do consultório.

Diagnóstico de Enurese

O médico pode pedir mais exames se tiver alguma suspeita sobre o caso da criança. Dentre eles, ele pode recomendar:


Tratamento de Enurese

No tratamento para enurese sem doenças concomitantes pode ser recomendado:


Medicamentos para Enurese

Os medicamentos mais usados para o tratamento de enurese são:


Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

Convivendo/ Prognóstico

Se a criança tem episódios de enurese, os pais devem lidar com ela de forma paciente. São vários os fatores que podem fazer com que isso aconteça, inclusive os psicológicos. É importante apoiar a criança, verificar se ela não tem medo de ir ao banheiro e ajuda-la a criar uma rotina para evitar o sintoma, como sempre ir ao banheiro antes de dormir. Normalmente o problema se resolve até os sete anos de idade.

Mesmo em casos de crianças mais velhas ou adolescentes, não ajudará se os pais brigarem, xingarem, humilharem, ou contarem para parentes e amigos o problema a fim de tornar o assunto uma “gozação”. Enurese pode ser um problema mais grave que demanda tratamento médico. Os pais devem fazer com que a criança ou adolescente siga exatamente o tratamento passado pelo médico, e não podem, de forma alguma, utilizar medicamentos que não foram recomendados para o seu filho para tentar tratar o problema.

Complicações possíveis

Apesar da enurese em crianças sem nenhuma causa física não criar nenhum risco à saúde, o sintoma pode criar os seguintes problemas:


Enurese tem cura?

A maioria das crianças com cinco anos de idade já conseguem assumir o controle dos momentos de micção. Mas entre os cinco e sete anos esse problema ainda é comum, após os sete anos o número cai bastante e pode ser necessário procurar ajuda médica.

Prevenção

Prevenir episódios de enurese se dá de forma muito parecida com o tratamento. A criança precisa aprender a sentir quando está com vontade de urinar e também a controlar essa urina enquanto dorme, então envolve o desenvolvimento físico e também psicológico dela.

Por isso, é importante que os pais ajudem a criança a criar uma rotina de idas ao banheiro e de diminuição da quantidade de líquidos que ela bebe a noite, além de levar a criança para urinar imediatamente antes de colocá-la para dormir.

Sociedade Brasileira de Pediatria

Clínica Mayo

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.