Dor no umbigo Icone para edição

A dor no umbigo pode ser sintoma de diferentes condições de saúde, como prisão de ventre, apendicite e desconfortos estomacais causados pelo período gestacional.

Esse incômodo pode surgir sem nenhum motivo aparente. Além disso, é um tipo de dor que não aponta para um único órgão, podendo atingir uma grande variedade de locais dentro do abdômen.

Quando a dor se torna intensa e recorrente, pode haver alguma complicação mais séria e merece atenção. Todavia, se os sintomas forem brandos e temporários, é bem provável que seja um mal-estar momentâneo. De qualquer forma, o ideal é não se autodiagnosticar, ir ao médico para identificar qual a causa da dor e iniciar o tratamento adequado.

Diagnóstico:

O diagnóstico da dor no umbigo dependerá dos demais sintomas que a pessoa estiver sentindo, do seu histórico clínico - ou seja, outras doenças que tem ou teve - e do resultado dos exames solicitados.

O médico pode solicitar exames de sangue, como o hemograma completo, testes de urina e fezes e exames de imagem como raios-X, ultrassom, ressonância magnética e tomografia computadorizada para determinar a origem da dor.

Tratamento:

O tratamento da dor umbigo vai depender da causa e gravidade do problema.

Se a causa for uma apendicite, por exemplo, será necessária uma intervenção cirúrgica para a remoção do órgão. Já no caso de desconfortos no período gestacional, o tratamento pode ser por meio de medicamentos que ajudarão a amenizar o desconforto

Nos casos de hérnias, o uso de cintas especiais ou mesmo a correção cirúrgica pode ser necessária.

Mayo Clinic

WebMD

Ministério da Saúde

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.