Dor no umbigo Icone para edição

O que é Dor no umbigo?

A dor no umbigo pode ser sintoma de diferentes condições de saúde, como prisão de ventre, apendicite e desconfortos estomacais causados pelo período gestacional.

Esse incômodo pode surgir sem nenhum motivo aparente. Além disso, é um tipo de dor que não aponta para um único órgão, podendo atingir uma grande variedade de locais dentro do abdômen.

Quando a dor se torna intensa e recorrente, pode haver alguma complicação mais séria e merece atenção. Todavia, se os sintomas forem brandos e temporários, é bem provável que seja um mal-estar momentâneo. De qualquer forma, o ideal é não se autodiagnosticar, ir ao médico para identificar qual a causa da dor e iniciar o tratamento adequado.

Causas

Uma das causas mais recorrentes para a dor no umbigo é a apendicite e os desconfortos estomacais causados no período gestacional.

A apendicite costuma surgir com uma leve dor umbilical, mas que se intensifica em um curto período de tempo. Por isso, ela é uma condição de emergência médica tratada com intervenção cirúrgica. Caso não seja tratado imediatamente, o apêndice pode romper-se e causar complicações graves, como acúmulo de pus no abdômen.

A dor na região do umbigo também é sintoma comum na gestação e isso pode acontecer por diferentes fatores. Um dos motivos é que devido ao crescimento da região abdominal pode haver a distensão de um ligamento fibroso, ocasionando dor na região.

A hérnia umbilical é outra situação que pode acontecer no final da gestação. Em algumas mulheres, os músculos abdominais separados no crescimento do útero não regridem e causam a dor.

Porém, as dores também podem ocorrer por causa de uma movimentação fetal, ocasionando pontadas esporádicas no umbigo. Se elas ocorrerem de forma esporádica, não há com que se preocupar.

  • Diverticulite (inflamação na parede interna do intestino)
  • Úlcera
  • Pedra na vesícula
  • Doença de Crohn
  • Infecção estomacal
  • Infecção na bexiga
  • Hérnia umbilical
  • Síndrome do intestino irritável (SII)
  • Problemas no pâncreas

Buscando ajuda médica

É importante buscar ajuda médica com urgência para dor no umbigo caso ela esteja associada a:

  • Febre
  • Pressão ou dor no peito
  • Trauma, como acidente ou lesão
  • Vômito com sangue ou náusea e/ou vômitos persistentes
  • Sangue nas fezes
  • Dor ao urinar ou micção frequente ou urgente
  • Pele amarelada
  • Inchaço no abdômen
  • Dor tão forte que não é possível ficar parado ou é preciso curvar-se para encontrar algum alívio

Também é importante analisar a duração e intensidade da dor para marcar uma consulta no médico.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar as causas de dor no umbigo são:

  • Clínico geral
  • Gastroenterologista

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que tenha e medicamentos ou suplementos que tome com regularidade

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando os sintomas começaram?
  • Em qual parte do abdômen a dor se encontra?
  • O que parece melhorar os sintomas?
  • O que parece piorar os sintomas?
  • Além da dor na lateral do abdômen, que outros sintomas você está sentindo?
  • Quais medicamentos e suplementos você toma?
  • Você está em tratamento para alguma doença ou condição? Qual?

Diagnóstico de Dor no umbigo

O diagnóstico da dor no umbigo dependerá dos demais sintomas que a pessoa estiver sentindo, do seu histórico clínico - ou seja, outras doenças que tem ou teve - e do resultado dos exames solicitados.

O médico pode solicitar exames de sangue, como o hemograma completo, testes de urina e fezes e exames de imagem como raios-X, ultrassom, ressonância magnética e tomografia computadorizada para determinar a origem da dor.

Tratamento de Dor no umbigo

O tratamento da dor umbigo vai depender da causa e gravidade do problema.

Se a causa for uma apendicite, por exemplo, será necessária uma intervenção cirúrgica para a remoção do órgão. Já no caso de desconfortos no período gestacional, o tratamento pode ser por meio de medicamentos que ajudarão a amenizar o desconforto

Nos casos de hérnias, o uso de cintas especiais ou mesmo a correção cirúrgica pode ser necessária.

Mayo Clinic

WebMD

Ministério da Saúde

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.