Dor muscular Icone para edição

O que é Dor muscular?

A dor muscular é comum e pode envolver mais de um músculo. Ela pode, também, envolver ligamentos, tendões e fáscias, os tecidos moles que conectam os músculos e ossos.

Causas

A dor muscular está mais frequentemente relacionada a tensão, uso excessivo ou lesão muscular por exercício ou trabalho fisicamente desgastante. Nessas situações, a dor tende a envolver músculos específicos e começa durante ou logo após a atividade. Em geral a atividade que está causando a dor muscular é óbvia. Porém, muitas vezes o exercício ou postura que a desencadeiam é difícil de ser de ser reconhecido.

A dor muscular também pode ser um sinal de condições que afetam todo seu corpo, como algumas infecções (incluindo a gripe).

Uma causa comum que muitas vezes é confundida com dor muscular é a fibromialgia, uma condição que modifica o sistema que reconhece a dor causando dores muitas vezes generalizadas, distúrbios do sono, fadiga e dores de cabeça.

Mas inúmeras causas podem levar à dor muscular. Veja algumas:


Buscando ajuda médica

Marque uma consulta médica se:


Busque atendimento de emergência nessas situações:


Na consulta médica

Entre as especialidades que podem diagnosticar uma dor muscular estão:


Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:


O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:


Medicamentos para Dor muscular

Uma dor muscular pode ter diversas causas, de modo que o tratamento varia de acordo com o diagnóstico estabelecido pelo médico. Por isso, somente um especialista capacitado pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Os medicamentos mais comuns no tratamento de dores musculares são:


Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

Revisado por: Alexandra Raffaini (CRM-SP 122.096), anestesiologista com área de atuação em Dor pela Associação Medica Brasileira (AMB), membro do World Institute of Pain e da Sociedade Brasileira dos Médicos Intervencionistas em Dor (Sobramid)

Mayo Clinic

Manual Merck

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.