Dificuldade para respirar deitado Icone para edição

Dificuldade para respirar deitado é um problema preocupante, pois pode ser sintoma de alguma doença grave. Em geral, ele se manifesta quando a pessoa só consegue respirar direito quando está com a cabeça erguida, ou seja, de pé ou sentado. Por isso, se você sente dificuldade para respirar deitado, deve notificar imediatamente seu médico.

Existe uma condição específica que causa dificuldade para respirar deitado chamada dispneia noturna paroxística. Ela é definida pela sensação de respiração encurtada que acorda o paciente após um ou duas horas de sono e é aliviada quando a pessoa senta ou levanta.

Diagnóstico:

Para diagnosticar a causa de sua dificuldade em respirar deitado o médico fará um exame físico direcionado à saúde do coração e dos pulmões principalmente, perguntar mais sobre seus outros sintomas e também sobre sua história médica.

Alguns exames podem ser necessários, como:

  • Raio-X do tórax para avaliação do coração e pulmões
  • Testes de função pulmonar
  • Ecocardiograma
  • Eletrocardiograma.

Tratamento:

O tratamento da dificuldade em respirar deitado vai variar de acordo com a causa do problema.

Quando a causa da dificuldade em respirar deitado é uma infecção respiratória, o médico provavelmente indicará o uso de antibióticos ou antivirais. Mas alguns tipos dessas infecções muitas vezes passam sozinhos.

Dificuldade para respirar deitado causada pela obesidade pode ser aliviada ao dormir de lado, em vez de deitar de barriga para cima. No entanto, o médico certamente indicará a perda de peso.

Já se a causa da dificuldade em respirar deitado é DPOC podem ser remediadas com o uso de inaladores e medicamentos para problemas como bronquite.

Para quem tem apneia do sono, o problema pode ser resolvido com o uso de dispositivos como o CPAP, que ao ser usado durante o sono, impulsiona ar pelas vias aéreas e melhora a respiração.

Quando é um transtorno de ansiedade que causa a dificuldade em respirar deitado, o tratamento direto do problema melhorará o sintoma. É importante seguir o tratamento indicado pelo médico psiquiatra, que poderá indicar medicamentos ou psicoterapia.

Prevenção:

A prevenção varia conforme as causas. Em geral, a perda de peso é um fator importante para evitar a dificuldade para respirar deitado causada pela apneia do sono ou mesmo pela compressão dos pulmões ao deitar. Já no caso da DPOC, a melhor forma de evitar o problema é não fumar.

Walker HK, Hall WD, Hurst JW. Clinical Methods: The History, Physical, and Laboratory Examinations. Boston: Butterworths; 1990.

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.