Cisto de Baker Icone para edição

O cisto de Baker é uma condição em que ocorre acúmulo de líquido articular (chamado também de líquido sinovial) atrás do joelho, formando um cisto. Essa doença está comumente relacionada a algum outro problema nas articulações.

Sinônimos

Cisto poplíteo.

Sintomas:

Em alguns casos, um cisto de Baker pode ser assintomático. Muitas pessoas têm esse problema e nem se quer notam. No entanto, outros pacientes apresentam alguns sinais e sintomas, como:

  • Inchaço atrás do joelho
  • Dor no joelho
  • Rigidez muscular

Os sintomas podem piorar depois da prática de exercícios físicos ou depois de ter ficado muito tempo de pé, com o músculo do joelho estendido ou, ainda, após muito tempo parado em uma mesma posição.

Diagnóstico:

Um cisto de Baker pode muitas vezes ser diagnosticado por meio de um simples exame físico. No entanto, alguns sintomas de cisto de Baker são muito similares a sinais de doenças mais graves, como trombose, aneurisma e ou tumor. Por isso, o médico pode solicitar alguns exames de imagem não invasivos, incluindo ultrassonografias e exame de ressonância magnética.

Tratamento:

Muitas vezes, o tratamento não é necessário e o cisto de Baker desaparece por conta própria. Agora, se o cisto for muito grande e causar muita dor, o médico pode utilizar os seguintes tratamentos:

O médico pode injetar um medicamento corticosteroide, como a cortisona, no joelho, a fim de reduzir a inflamação. Isso pode aliviar a dor, mas nem sempre evitar a recorrência do cisto.

Ele também pode optar por drenar o líquido acumulado na articulação do joelho, utilizando uma agulha. Esse método, também chamado de aspiração, muitas vezes é realizado com a ajuda de ultrassom.

Exercícios de fortalecimento do joelho e de amplitude dos movimentos podem ajudar a reduzir os sintomas e preservar a articulação do joelho também.

Normalmente, porém, os médicos também procuram tratar a causa subjacente ao cisto da Baker, já que muitas vezes ele está relacionado a um quadro de artrite, por exemplo – que exige tratamento.

Por isso, se o médico determinar que um problema de cartilagem é que está causando o excesso de líquido sinovial acumulado atrás do joelho, então ele pode optar por realizar uma cirurgia para reparar o problema.

Agora, se o cisto de Baker estiver relacionado à osteoartrite, a remoção do cisto pode ser uma opção viável também.

Prognóstico:

Se o médico determinar que a causa subjacente ao cisto de Baker é artrite, ele poderá recomendar os seguintes passos a serem realizados durante o tratamento, com o intuito de acelerar a recuperação:

  • Aplique gelo e descanse a perna. Procure dormir com as pernas em posição elevada
  • Faça uso de medicamentos de venda livre para aliviar os sintomas, como analgésicos, em caso de dor
  • Pratique exercícios físicos condizentes com seu estado de saúde. Converse com fisioterapeutas ou personal trainer para saber qual a melhor opção de exercícios em caso de artrite no joelho

Complicações:

Raramente, o cisto de Baker pode levar ao vazamento de fluidos sinoviais na região da panturrilha, causando dor, inchaço maior e vermelhidão. Esses sinais se assemelham aos de um coágulo de sangue em uma veia na perna. Se você manifestar esses sintomas, busque ajuda médica para descartar outras possíveis causas.

Cisto de Baker tem cura?

O cisto de Baker não costuma causar prejuízos no longo prazo, mas pode ser irritante e doloroso. Os sintomas geralmente aparecem e desaparecem com o tempo.

Invalidez causada pelo cisto é rara. A maioria dos pacientes melhora com o passar do tempo ou com a cirurgia, se o médico achar que ela é realmente necessária.

Prevenção:

Não há formas conhecidas de prevenção do cisto de Baker.

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.