Carbúnculo Icone para edição

Carbúnculo ou anthrax é uma infecção que pode afetar a pele, a região nasal e faringe, os pulmões, o mediastino (região central do tórax, incluindo o coração) e os intestinos. Caso haja mais que um carbúnculo na pele, podemos chamar de carbunculose.

Tipos:

Existe o carbúnculo da pele que é a forma mais frequente, mas também como descrito na definição, pode afetar a região da nasofaringe, os pulmões, o mediastino, os intestinos e se tornar uma doença infecciosa generalizada (septicemia), levando ao óbito.

Sintomas:

Carbúnculo ou anthrax, em geral, apresenta-se como uma infecção na pele que pode começar com uma coceira, uma ferida avermelhada pequena que pode se seguir com a formação de pus, vesícula e evoluir para uma úlcera, com sinais de inflamação, calor local e geralmente não apresenta dor. Essa úlcera pode evoluir para uma ferida chamada escara, com formação de uma crosta escura. Pode se transformar numa doença que afetará os gânglios locais e pode levar até a morte. Esses sinais apresentam-se mais frequentemente na região da cabeça e mãos.

A infecção bucal e na faringe é rara, apresenta-se com febre, inchaço, aumento dos gânglios semelhante às infecções por outras bactérias.

Os quadros pulmonares, intestinais ou sistêmicos são gravíssimos e levam frequentemente ao óbito se não tratado e diagnosticado rapidamente.

Os sintomas da forma respiratória podem iniciar de forma inocente e inespecífica, como uma infecção comum e após três a cinco dias evolui para insuficiência respiratória, febre, choque e morte.

A infecção intestinal é rara e o paciente apresenta dor na barriga, vômitos, febre, diarreia com sangue, a infecção se generaliza e também evolui para a morte.

Diagnóstico:

Inicialmente a clínica é soberana no momento do diagnóstico do carbúnculo, em que o médico faz a detecção de áreas de risco, história pregressa sobre possíveis contaminantes, familiares com quadro semelhante, além do exame clínico e do tipo de bactéria, inclusive com cultura levam certeza diagnóstica.

Fazer uma análise das diferenças clínicas se torna fundamental, porque há uma confusão em relação ao furúnculo: diferente do carbúnculo (anthrax), o furúnculo inicia-se com um quadro semelhante ao anthrax, mas apresenta dor local, febre e muitas vezes mais outras lesões próximas. O furúnculo, dependendo da sua localização, da forma como ela é tratada, também pode levar à infecção generalizada e ao óbito, mas não tem com frequência a evolução e o quadro grave da furunculose quando tratado adequadamente. A causa mais frequente é uma bactéria chamada Staphylococcus aureus e é contagioso. Geralmente ocorre após uma picada de inseto mal cuidada, um pelo encravado, higiene inadequada ou imunodepressão.

Há a associação do quadro clínico, dos sinais e sintomas e os exames laboratoriais, como a bacterioscopia e cultura do sangue, secreções ou tecidos do corpo, além da sorologia sanguínea para detecção dos anticorpos devem levar ao diagnóstico da doença.

Tratamento:

O carbúnculo deve ser tratado com antibióticos. No caso do furúnculo, além do tratamento prévio com antibióticos, a drenagem cirúrgica dos mesmos ajuda a resolução do processo.

Carbúnculo tem cura?

Para o carbúnculo, se diagnosticado precocemente, há possibilidade de cura, mas caso isso não ocorra, mesmo com o uso de antibióticos, a taxa de mortalidade vai se aproximar a 100%.

Prevenção:

Evitar as áreas contaminadas e se houver casos de carbúnculo, o ministério da Saúde estará acompanhando os casos pela gravidade do quadro e a vacina é encontrada nos Estados Unidos, mas fornecida somente para casos ou situações especiais.

Bhertha Tamura, dermatologista, Mestre e Doutora em Dermatologia pelo Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP) (CRM-SP 67.946)

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.