Bursite Icone para edição

O que é Bursite?

Bursite é a inflamação da bolsa sinovial, uma estrutura cheia de líquido que se localiza entre um tendão e a pele ou entre um tendão e o osso, com função de amortecimento, e auxílio no deslizamento dos tecidos e sua nutrição.

A doença pode ser aguda ou crônica.

A ocorrência de bursite é mais comum nos ombros, cotovelos e quadril. Mas ela também pode ocorrer nos joelhos, calcanhares e no dedão do pé, além de outras articulações. Em geral, bursite ocorre perto das articulações que realizam movimentos repetitivos.

Causas

A causa mais comum de bursite é a repetição de movimentos em determinadas articulações ou posições que possam causar danos às bursas. Isso pode acontecer nas seguintes situações:


Além do uso excessivo e crônico das articulações, bursite também pode ser causada por traumas ortopédicos, processos reumatológicos, gota ou por algum tipo de infecção. Algumas vezes, a causa da bursite não pode ser determinada.

Fatores de risco

Qualquer pessoa pode desenvolver bursite, mas, de acordo com especialistas, alguns fatores podem aumentar o risco do surgimento da doença. Eles são:


Sintomas de Bursite

Uma pessoa com sintomas de bursite pode notar:


Buscando ajuda médica

Procure auxílio médico se você tiver:


Você deve procurar um médico caso sinta os sintomas de bursite.

Na consulta médica

Consultas médicas tendem a ser rápidas, por isso, agilize os procedimentos e leve todas as dúvidas para você tirar com o especialista. Descreva também todos os seus sintomas ao médico e esteja preparado para responder às perguntas que ele deverá lhe fazer:


Diagnóstico de Bursite

O médico iniciará os procedimentos de diagnóstico com um exame físico completo, a fim de identificar as articulações lesionadas. Ele também fará uma análise sobre o histórico médico do paciente.

Depois, poderá solicitar a realizações de alguns exames de imagem. O raio X, no entanto, não é capaz de diagnosticar bursite, mas pode ajudar a eliminar outras possíveis causas. Ultrassom e o exame de ressonância magnética são usados geralmente para realizar o diagnóstico.

Além deles, testes de laboratório também podem ajudar, principalmente exames de sangue.

Tratamento de Bursite

O primeiro passo para o tratamento de bursite envolve, basicamente, algumas medidas constantemente sugeridas por médicos, como repouso, aplicação de gelo no local da lesão e o uso de analgésico para a dor. Dependendo do paciente, essas medidas bastam para tratar a bursite. Mas caso elas não sejam suficientes, o médico pode oferecer outras formas de tratamento, como:


Medicamentos para Bursite

Os medicamentos mais usados para o tratamento de bursite são:


Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

Convivendo/ Prognóstico

As medidas que você pode tomar em casa para aliviar a dor da bursite incluem:


Complicações possíveis

Bursite não tratada pode evoluir para alguns problemas mais graves de saúde, a exemplo de bursite crônica. Além disso, diversas injeções repetitivas de esteroides, principalmente em um curto período de tempo, podem causar danos aos tendões.

Bursite tem cura?

A doença pode responder bem ao tratamento ou pode converter-se em uma doença crônica se a causa subjacente, se existente, não puder ser corrigida.

Prevenção

Embora nem todos os tipos de bursite possam ser prevenidos, você pode reduzir o risco de contrair a doença e pode, também, reduzir a gravidade dos sintomas, alterando a maneira de executar determinadas tarefas, por exemplo. Veja algumas medidas que você pode adotar:


Revisado por: Dr. Benno Ejnisman, ortopedista do Hospital Israelita Albert Einstein - CRM: 73461

Ministério da Saúde

Sociedade Brasileira de Ortopedia

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.