Bronquiolite Icone para edição

Bronquiolite é uma infecção infantil comum, em que ocorre o inchaço e acúmulo de muco nos bronquíolos, que são passagens menores de ar presentes nos pulmões.

Sintomas:

A intensidade dos sintomas típicos da bronquiolite costumam variar de criança para criança. Algumas podem apresentar poucos sintomas ou sintomas mais leves em comparação a outras.

A bronquiolite começa como uma leve infecção respiratória. Depois de dois a três dias, a criança desenvolve ainda mais problemas respiratórios, incluindo chiado no peito e tosse.

Os sintomas mais comuns são:

Diagnóstico:

Testes e raios-X geralmente não são necessários para diagnosticar bronquiolite. O médico normalmente pode identificar o problema por meio da simples observação dos sintomas e de um exame físico. Pode ser que demore mais do que uma consulta para que o diagnóstico possa ser feito com precisão, principalmente porque os sintomas de bronquiolite costumam ser facilmente confundidos com os da gripe ou do resfriado.

Se seu filho está em maior risco de bronquiolite severa, se os sintomas estão piorando ou se houver suspeita de que outro problema esteja causando os sintomas, o médico poderá solicitar alguns exames para eliminar possíveis outras causas, a exemplo de:

Tratamento:

A grande maioria dos casos de bronquiolite pode ser tratada em casa. Faça uso de medicamentos devidamente orientados pelo médico para melhorar a congestão nasal de seu filho e certifique-se de que ele está tomando líquido o suficiente. Leite materno e fórmulas infantis são adequados para crianças menores de um ano de idade.

Como bronquiolite é quase sempre causada por uma infecção viral, antibióticos - que são utilizadas para o tratamento de infecções causadas por bactérias - não são eficazes nesses casos. Se o seu filho tem uma infecção bacteriana associada à bronquiolite, como a pneumonia, por exemplo, o médico poderá prescrever um antibiótico específico.

Complicações:

As complicações da bronquiolite podem incluir:

Bronquiolite tem cura?

Geralmente, os sintomas da bronquiolite melhoram em uma semana. A dificuldade para respirar normalmente melhora no terceiro dia.

Prevenção:

A maioria dos casos de bronquiolite não são fáceis de evitar porque os vírus que causam a doença são comuns no meio ambiente. Lavagem cuidadosa das mãos, especialmente antes de cuidar de bebês, pode ajudar a prevenir a disseminação dos vírus.

Membros da família com infecção respiratória devem ser especialmente cuidadosos ao redor dos bebês. Lave as mãos com frequência, especialmente antes de lidar com a criança.

Ministério da Saúde

Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.