Blefarite Icone para edição

Blefarite é uma inflamação comum que afeta as pálpebras, normalmente na região onde crescem os cílios, fazendo com que elas cocem, fiquem vermelhas e irritadas. Frequentemente a blefarite é uma doença recorrente, que acontece em todas as idades e pode ser desconfortável, mas não causa danos permanentes à visão.

Tipos:

A blefarite pode ser classificada em dois tipos:

Sintomas:

Os sintomas da blefarite incluem:

Diagnóstico:

Os procedimentos para diagnosticar a blefarite normalmente incluem um exame das pálpebras e dos olhos, em que o médico pode utilizar algum instrumento que amplie a sua visão ou não. Em alguns casos o profissional pode preferir usar também um cotonete para coletar uma pequena amostra do óleo ou crosta que se formou nas pálpebras. Essa amostra poderá ser analisada para verificar a existência de bactérias, fungos ou evidências de alergia.

Tratamento:

Enquanto você espera a data da sua consulta chegar, os seguintes passos podem ajudá-lo a encontrar algum alívio dos sintomas de blefarite:

Na consulta, o seu médico pode recomendar os seguintes tratamentos para o seu tipo de blefarite:

É importante lembrar que raramente a blefarite desaparece completamente. Mesmo em tratamentos considerados de sucesso, é normal que a doença reapareça outras vezes.

Prognóstico:

O tratamento proposto por seu médico deve continuar até que os sintomas desapareçam, mas com o tempo será possível diminuir a quantidade de vezes que os olhos precisarão ser lavados. Contudo, a rotina de cuidados e limpeza deve ser continuada a fim de manter a blefarite sob controle.

Também é importante atentar para a qualidade dos cremes, maquiagens e demais itens que entram em contato com o local, pois eles contribuem para a irritação. Se for um caso de blefarite bacteriana, a maquiagem pode acabar reintroduzindo a bactéria ou causar uma reação alérgica.

Complicações:

A blefarite pode gerar o aparecimento de outros sintomas, mais severos, como visão embaçada, falta de cílios e inflamações em outros tecidos oculares, principalmente a córnea.

Quem tem blefarite também pode apresentar:

Blefarite tem cura?

Os sintomas devem começar a desaparecer alguns dias após iniciar o tratamento, mas o problema pode ser recorrente. É essencial manter uma boa higiene no local para evitar que ela reapareça, mas, mesmo assim, os sintomas podem voltar após um tempo.

Prevenção:

Uma boa higiene é essencial para prevenir a blefarite. Deve-se manter uma rotina de limpeza, que inclui lavar e massagear os olhos com água morna e xampu de bebê, remover toda a maquiagem e usar produtos de qualidade.

Associação Americana de Optometria

Academia Americana de Oftalmologia

Mayo Clinic

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.