Amebíase Icone para edição

A amebíase é uma infecção parasitária que acomete o intestino. Ela é bastante comum em áreas do mundo onde o saneamento básico é deficiente, permitindo que alimentos e água sejam expostos à contaminação fecal.

Sintomas:

A maioria das pessoas com amebíase não manifesta sintomas. Quando eles surgem, no entanto, costumam aparecer de sete a dez dias após a exposição ao parasita.

  • Cólicas abdominais
  • Evacuação de fezes pastosas com muco e sangue ocasional
  • Fadiga
  • Gases em excesso
  • Dor retal durante evacuação (tenesmo)
  • Perda de peso involuntária
  • Sensibilidade abdominal
  • Evacuação de fezes líquidas, às vezes com sangue
  • Evacuação de dez a 20 vezes por dia
  • Febre
  • Vômitos

Diagnóstico:

O médico poderá começar o diagnóstico com um exame físico. Depois, ele fará algumas perguntas sobre seu histórico médico. Se houver suspeita de que você tem amebíase, ele poderá solicitar a realização de alguns exames específicos, como:

  • Exame de fezes
  • Exames laboratoriais para verificar a função hepática para determinar se houve danos ao fígado

Se o segundo exame mostrar que, sim, houve danos ao fígado, ele poderá pedir a realização de outros exames para verificar se não houve prejuízo a nenhum outro órgão interno. Para isso, ele pedirá alguns exames de imagem, como ultrassonografias e tomografia computadorizada da área afetada.

Finalmente, uma colonoscopia poderá ser realizada para determinar se os parasitas invadiram o intestino ou o tecido do cólon também.

Tratamento:

O tratamento para casos simples de amebíase geralmente consiste na prescrição de metronidazol por dez dias, administrado por via oral. O médico também pode prescrever medicamentos para controlar náuseas.

Se o parasita invadir os tecidos intestinais ou órgãos internos, o tratamento deve focar, também, no tratamento de todas as áreas afetadas por ele. Se a infecção parasitária causar perfurações no cólon ou em tecidos peritoneais, a cirurgia pode ser necessária.

Após o tratamento da amebíase, as fezes devem ser reexaminadas para se ter certeza de que a infecção foi eliminada.

Prognóstico:

Siga à risca as recomendações médicas e tome os medicamentos conforme indicado. Mantenha uma boa alimentação, evitando alimentos gordurosos. Beba bastante líquidos também. Amebíase pode causar desidratação, portanto a ingestão de líquidos é primordial para a recuperação plena do paciente.

Complicações:

Amebíase não tratada pode causar complicações mais graves de saúde, a exemplo de:

  • Abscesso hepático
  • Efeitos colaterais dos medicamentos, incluindo náusea
  • Disseminação do parasita por meio da corrente sanguínea para o fígado, pulmões, cérebro e outros órgãos.

Amebíase tem cura?

O resultado do tratamento é geralmente bem sucedido. Geralmente, a amebíase dura cerca de duas semanas, mas poderá voltar se não for tratada corretamente. Obediência às recomendações médicas é essencial para a recuperação, bem como alterações no estilo de vida e adaptação na dieta.

Prevenção:

Saneamento básico e condições adequadas de higiene são a chave para evitar a amebíase. Outras medidas também podem ser adotadas:

  • Lave bem as mãos com água e sabão após usar o banheiro e antes de manipular alimentos
  • Lave bem frutas e verduras antes de comê-las
  • Evite comer frutas ou vegetais, a menos que você lave e descascá-los você mesmo
  • Beba somente água engarrafada
  • Evite leite, queijo e outros produtos lácteos não pasteurizados
  • Evite alimentos vendidos por ambulantes.

Ministério da Saúde

Clínica Mayo

Universidade Federal do Tocantins

Organização Mundial da Saúde

Departamento de Saúde de Victoria (Austrália)

Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.