Alotriofagia Icone para edição

Alotriofagia, também chamada de Pica ou picanismo, é nome que representa a ingestão de substâncias que não apresentam nenhum valor nutritivo e o portador continua ingerindo de forma persistente e desassociada a qualquer prática cultural. Na alotriofagia é comum observar o consumo de terra, barro, cabelo, alimentos crus, cinzas de cigarro e fezes de animais. Mas também podem ser itens inofensivos, como comer gelo.

É um transtorno mais comum na infância, em crianças com entre um e seis anos.

Sintomas:

O único sintoma da alotriofagia é o consumo de itens não nutritivos. Os mais comuns são

  • Terra
  • Barro
  • Cabelo
  • Alimentos crus
  • Cinzas de cigarro
  • Fezes de animais
  • Tinta
  • Cola
  • Sabão
  • Gelo.

Diagnóstico:

Para que uma pessoa esteja com alotriofagia é preciso que ela repita o comportamento de comer itens sem teor nutritivo ao corpo por um mês ou mais tempo.

Nos casos de alotriofagia é necessário o médico avaliar se o comportamento não se trata de um sintoma de outro adoecimento, como, por exemplo, no caso da esquizofrenia em que a pessoa acaba comendo substâncias sem valor nutritivo pela incapacidade de diferenciar o certo do errado.

Além disso, o médico pode pedir exames de sangue para detectar se há deficiência de algum nutriente, como o ferro e o zinco, que podem ser possíveis causas da alotriofagia.

Além disso, é importante observar se os itens ingeridos não estão provocando algum dano ao organismo, como intoxicações e infecções no aparelho digestivo, por exemplo.

Tratamento:

O tratamento dependerá da causa da alotriofagia, e pode incluir mudanças na dieta, suplementação de nutrientes (em casos de deficiência) e suporte psicológico, que é importante principalmente para as crianças que apresentam a alotriofagia.

Além disso, pode ser necessário tratar as complicações que ocorrem com a alotriofagia, como intoxicações e infecções no aparelho digestivo, por exemplo.

Ainda não há comprovação de que algum medicamento específico possa curar a alotriofagia.

Complicações:

As principais complicações desta doença acontecem no sistema digestivo e podem ocorrer intoxicações ou infecções.

Prevenção:

Como a alotriofagia é uma condição multifatorial, não há apenas uma forma de prevenir. Em geral, na gravidez, ela pode ser evitada se houver o consumo apropriado de nutrientes.

Hewdy Lobo, médico psiquiatra e nutrólogo, (CRM-SP 114.681)

Ana Carolina Schmidt, psicóloga (CRP 06/99198)

Associação Brasileira de Psiquiatria

*As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo.
*Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos do profissional da saúde.